Questões de Concurso de Novo Código de Ética Médica - Resolução CFM nº 1.931/2009 - Legislação Federal

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 1049824

Conselho Regional de Medicina do Estado do Acre - AC (CRM/AC) 2019

Cargo: Assistente Administrativo / Questão 111

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Médio

Julgue os itens de 96 a 120. É permitido ao médico prescrever um tratamento via e‐mail ou WhatsApp do paciente.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 1036234

Metro Recôncavo Norte - BA (MRN/BA) 2019

Cargo: Médico Especialista em Hematologia / Questão 27

Banca: Fundação CEFETBAHIA / Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia (CEFETBAHIA)

Nível: Superior

Sobre a publicidade médica, de acordo com o Código de Ética Médica (Resolução CFM nº 1.931, de 17 de setembro de 2009), analise as assertivas e identifique com V as verdadeiras e com F as falsas.

( ) É vedado ao médico consultar, diagnosticar ou prescrever por qualquer meio de comunicação de massa.

( ) É vedado ao médico incluir, em anúncios profissionais de qualquer ordem, o seu número de inscrição no Conselho Regional de Medicina.

( ) É vedado ao médico divulgar, fora do meio científico, processo de tratamento ou descoberta cujo valor ainda não esteja expressamente reconhecido cientificamente por órgão competente.

A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é

  • A. V V F
  • B. V F V
  • C. V F F
  • D. F V V
  • E. F V F

Questão 1174081

Prefeitura de Cuitegi - PB 2019

Cargo: Médico / Questão 29

Banca: Comissão Permanente de Concursos da Universidade Estadual da Paraíba (CPCON)

Nível: Superior

Leia com atenção o parecer abaixo e responda o que se pede.

O Código de Ética Médica deve adequar-se ao uso do Whatsapp, como também outras redes sociais, uma vez que é hoje uma realidade de comunicação virtual. Do ponto de vista bioético e acerca desse fato o Conselho Federal de Medicina (CFM) concluiu que “É permitido o uso do Whatsapp e plataformas similares para comunicação entre médicos e seus pacientes, bem como entre médicos e médicos, em caráter privativo, para enviar dados ou tirar dúvidas, bem como em grupos fechados de especialistas ou do corpo clínico de uma instituição ou cátedra, com a ressalva de que todas as informações passadas tem absoluto caráter confidencial e não podem extrapolar os limites do próprio grupo, nem tampouco podem circular em grupos recreativos, mesmo que composto apenas por médicos”. (PROCESSO-CONSULTA CFM Nº 50/2016 – PARECER CFM Nº 14/2017).

De acordo com a informação acima é CORRETO se afirmar que

I- do ponto de vista jurídico, visa promover uma interpretação sistemática das normas constitucionais, legais e administrativas que regem a medicina brasileira, em especial nos termos do art. 5º, incisos XIII e XIV, da Constituição da República, da lei Nº 3.268/1957, do Código de Ética Médica, bem como o inafastável sigilo da relação médico-paciente.

II- o uso do aplicativo “WhatsApp” e outros congêneres não é possível para formação de grupos formados exclusivamente por profissionais médicos, visando realizar discussões de casos médicos que demandem a intervenção das diversas especialidades médicas.

III- como os assuntos são cobertos por sigilo, os grupos devem ser formados exclusivamente por médicos devidamente registrados nos Conselhos de Medicina, caracterizando indevida violação de sigilo a abertura de tais discussões a pessoas que não se enquadrem em tal condição.

IV- com base no art. 75 do Código de Ética Médica, as discussões jamais poderão fazer referência a casos clínicos identificáveis, exibir pacientes ou seus retratos em anúncios profissionais, ou na divulgação de assuntos médicos, em meios de comunicação em geral, mesmo com autorização do paciente.

V- os profissionais médicos que participam de tais grupos são pessoalmente responsáveis pelas informações, opiniões, palavras e mídias que disponibilizem em suas discussões, as quais, certamente, devem se ater aos limites da moral e da ética médica.

Está CORRETO o que se afirma em

  • A. I, III e IV.
  • B. I, II, III e IV.
  • C. I, III, IV e V.
  • D. I, II, III e V.
  • E. II, III e V.

Questão 1130092

Prefeitura de Gramado - RS 2019

Cargo: Médico Auditor / Questão 31

Banca: FUNDATEC Processos Seletivos (FUNDATEC)

Nível: Superior

Analise as seguintes assertivas sobre auditoria e perícia médica, com base no Código de Ética Médica em vigência e assinale V, se verdadeiras, ou F, se falsas.

( ) É vedado ao médico autorizar, vetar, bem como modificar, quando na função de auditor ou perito, procedimentos propedêuticos ou terapêuticos instituídos, salvo, em último caso, em situações de urgência, emergência ou iminente perigo de morte do paciente, devendo comunicar, verbalmente ou por escrito, o fato ao médico assistente e ao Conselho Regional de Medicina.

( ) É vedado ao médico ser auditor do próprio paciente, de pessoa de sua família ou de qualquer outra com a qual tenha relações capazes de influir em seu trabalho ou de empresa em que atue, salvo em empresas em que tenha atuado há mais de 20 anos, observando a prescrição vintenária.

( ) É vedado ao médico, quando na função de auditor, receber gratificações por valores vinculados à glosa, salvo nos casos em que for constatado sucesso da causa por sua intervenção profissional.

A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

  • A.

    V – V – V.

  • B.

    V – F – V.

  • C.

    V – F – F.

  • D.

    F – V – F.

  • E.

    F – F – F.

Questão 978035

Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal - DF (CRM/DF) 2018

Cargo: Serviços Administrativos / Questão 42

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Superior

Com base no texto, julgue os itens de 41 a 45 acerca de ética e moral.

A autorização da escusa do médico a fazer o aborto é um exemplo de respeito aos valores morais subjetivos de cada profissional, sem que isso importe em violação aos preceitos éticos da profissão.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 978038

Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal - DF (CRM/DF) 2018

Cargo: Serviços Administrativos / Questão 45

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Superior

Com base no texto, julgue os itens de 41 a 45 acerca de ética e moral.

O conceito de princípio ético pode ser exemplificado na seguinte passagem do texto: “assegura ao médico o direito de exercer a profissão com autonomia, não sendo obrigado a prestar serviço que contrarie sua consciência”.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 995552

Conselho Regional de Medicina do Paraná - PR (CRM/PR) 2018

Cargo: Profissional de Suporte Administrativo / Questão 49

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Médio

Com base no Código de Ética Médica, julgue os itens subsequentes. O médico não pode, em nenhuma circunstância ou sob nenhum pretexto, renunciar à sua liberdade profissional nem permitir quaisquer restrições ou imposições que possam prejudicar a eficiência e a correção de seu trabalho.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 995553

Conselho Regional de Medicina do Paraná - PR (CRM/PR) 2018

Cargo: Profissional de Suporte Administrativo / Questão 50

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Médio

Com base no Código de Ética Médica, julgue os itens subsequentes. O trabalho do médico pode ser explorado por terceiros com objetivos de lucro.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 995554

Conselho Regional de Medicina do Paraná - PR (CRM/PR) 2018

Cargo: Profissional de Suporte Administrativo / Questão 51

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Médio

Com base no Código de Ética Médica, julgue os itens subsequentes. É dever do médico esclarecer o trabalhador sobre as condições de trabalho que ponham em risco sua saúde, devendo comunicar o fato aos empregadores responsáveis e, se o fato persistir, comunicar o ocorrido às autoridades competentes e ao CRM.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 995555

Conselho Regional de Medicina do Paraná - PR (CRM/PR) 2018

Cargo: Profissional de Suporte Administrativo / Questão 52

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Médio

Com base no Código de Ética Médica, julgue os itens subsequentes. É permitido ao médico revelar fato de que tenha conhecimento em virtude do exercício de sua profissão em caso de investigação de suspeita de crime praticado por seu paciente.
  • C. Certo
  • E. Errado