Questões de Concurso de Norma culta ou norma padrão - Língua Portuguesa

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão de Concurso - 1044309

Concurso SPAG Assistente de Gestão Pública 2018

Questão 25

Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível Médio

A frase redigida com clareza e em conformidade com a norma-padrão da língua é:
  • A. Além de poeta, Alberto da Cunha Melo foi jornalista e sociólogo. Nasceu em Jaboatão, Pernambuco, em 8 de abril de 1942, e morreu no Recife, em 13 de outubro de 2007.
  • B. Pertencente à Geração 65 de poetas pernambucanos, seus dois primeiros livros de poemas viram à público em separata da Revista Estudos Universitários, da UFPE.
  • C. A Editora Record em 2017, lançou a Poesia completa, de que foi organizado por Cláudia Cordeiro Tavares da Cunha Melo, viuva e curadora da obra do poeta.
  • D. Seu livro O cão de olhos amarelos & outros poemas inéditos foi agraciado merecidamente, ao Prêmio de Poesia da Academia Brasileira de Letras, no ano de 2007.
  • E. Alberto da Cunha Melo é considerado hoje, um dos poetas mais expressivos da língua portuguesa, de cuja obra já foi traduzida para diferentes idiomas.

Questão de Concurso - 1188336

Concurso Secretário Auxiliar 2019

Questão 12

Ministério Público de Goiás (MPE - GO)

Nível Superior

Marque a frase em que as palavras estão grafadas corretamente:

  • A.

    Concordo com as suas ideias. Meus planos vão de encontro aos seus.

  • B.

    A mulher portou-se acerca de cem metros do acidente.

  • C.

    Vou redigir este ofício afim de que seja tomada a providência adequada à resolução do problema.

  • D.

    Concluí o estágio probatório há cerca de dez anos.

  • E.

    Nada está a cima da ética.

Questão de Concurso - 1168790

Concurso COREN - MT Administrador 2019

Questão 6

Nível Superior

Instrução: Leia o texto a seguir e responda às questões de 04 a 06.

Uma das tarefas mais difíceis desta vida, por alguma razão ainda não explicada pela ciência, é aprender uma das suas regras mais fáceis. A regra é a seguinte: certas coisas não se fazem. Não têm nada a ver com o fato de serem permitidas ou não por lei. Também podem não ser, por si mesmas, boas ou más, certas ou erradas. São apenas coisas que não se fazem. Por quê? Porque não se fazem, só por isso – não por uma pessoa dotada de coeficientes médios de decência, consideração pelos outros e boa educação. E quais são elas? Aí, se você não sabe, temos um problema. Ou se aprende isso antes dos 10 anos de idade ou não se aprende nunca. A língua inglesa tem uma expressão admirável a esse respeito: “It’s not done”. Na tradução mais direta, quer dizer: “Não se faz” – e há todo um universo moral contido nesse “não se faz”. É o que divide, no fundo, a qualidade interior dos seres humanos. Quem sabe naturalmente o que não se deve fazer, sem ter de perguntar a cada meia hora se deve agir assim ou assado, está no lado do bem. Quem não sabe está no lado escuro da força.

(GUZZO, J.R. Revista Veja, ed. 2644.)

A regra da escrita culta que justifica o plural dos adjetivos fácil e difícil, empregados no início do texto, é a mesma que justifica o plural de

  • A.

    barril.

  • B.

    útil.

  • C.

    papel.

  • D.

    fiel.

Questão de Concurso - 1161215

Concurso SES Enfermeiro 2019

Questão 5

Fundação de Estudos e Pesquisas Sócio-Econômicos (FEPESE)

Nível Superior

Assinale a alternativa correta.

  • A.

    As palavras “ônibus”, “último” e “férias” são acentuadas pela mesma regra.

  • B.

    A primeira frase do texto (que se encontra sublinhada) possui apenas verbos no tempo presente e isso indica satisfação no trabalho feito.

  • C.

    Na frase: “O trabalho criativo, que dá prazer”, a palavra sublinhada é pronome e pode ser trocado por “o qual” sem alterar o sentido da frase.

  • D.

    Na frase: “Não vale a pena lucro sem prazer”, a expressão sublinhada tem sentido de piedade e pode ser escrita com crase (à pena) sem alterar o sentido.

  • E.

    Na frase: “Quem faz o que detesta fica o tempo todo olhando o relógio”, as palavras sublinhadas são pronomes e podem ser trocadas por “aquilo” e “um” respectivamente sem alterar o sentido da frase.

Questão de Concurso - 864963

Concurso Analista de Sistemas 2016

Questão 7

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

___________ uma aluna da Sorbonne que a recebesse para uma conversa que pudesse explicar o Brasil com apenas um título que __________ de roteiro para o trabalho que deveria apresentar. Já me pediram coisas extravagantes, recusei algumas, aceitei outras. Mas não __________ .

Em conformidade com a norma-padrão, as lacunas da frase devem ser preenchidas, respectivamente, com:

  • A. Pediu-me … serviria-lhe … lhe quis decepcionar
  • B. Me pediu … servir-lhe-ia … quis decepcioná-la
  • C. Pediu-me … lhe serviria … a quis decepcionar
  • D. Me pediu … o serviria … quis decepcionar-lhe
  • E. Pediu-me … serviria-o … quis decepcioná-la

Questão de Concurso - 1159275

Concurso Procurador Legislativo 2019

Questão 7

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

Leia o texto para responder às questões de números 03 a 08.

No calor da hora

     Os impactos climáticos são mais agressivos e acelerados do que se supunha há uma década. A temperatura global entre 2015 e 2019, por exemplo, será mais alta que em qualquer período equivalente já registrado. “Ondas de calor disseminadas e duradouras, recordes de incêndios e outros eventos devastadores como ciclones tropicais, enchentes e secas têm impactos imensos no desenvolvimento socioeconômico e ambiental”, afirma o relatório das Nações Unidas publicado por ocasião do debate anual da Assembleia-Geral. O estudo, sugestivamente denominado Unidos na Ciência, foi produzido pelo Grupo Consultivo de Ciências da Cúpula da Ação Climática e compila de maneira altamente sintética as descobertas científicas decisivas mais recentes no domínio das pesquisas sobre mudanças climáticas.

    Estima-se que a temperatura global esteja hoje 1,1 grau Celsius acima da era pré-industrial (1850-1900) e 0,2 grau acima da média da temperatura global entre 2011 e 2015. Como resultado, a ascensão do nível do mar está acelerando e a água já se tornou 26% mais ácida do que no início da era industrial, com grande prejuízo para a vida marinha. Nos últimos 40 anos, a extensão de gelo ártico no mar declinou aproximadamente 12% por década. Entre 1979 e 2018 a perda anual de gelo do lençol glacial antártico sextuplicou. As ondas de calor aumentaram os índices de letalidade ambiental nos últimos cinco anos. No verão de 2019, os incêndios florestais na região ártica cresceram sem precedentes. Só em junho as queimadas emitiram 50 megatons de dióxido de carbono na atmosfera, mais do que a soma de todas as emissões no mesmo mês entre 2010 e 2018.

    Estima-se que, para atingir a meta dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável de limitar o aumento da temperatura em relação à era pré-industrial a 2 graus, os esforços atuais precisam ser triplicados. No caso da meta ideal de limitar esse aumento a 1,5 grau, esses esforços precisariam ser quintuplicados. Tecnicamente, dizem os pesquisadores, isso ainda é possível, mas demandará ações urgentes de intensificação e replicação das políticas mais bem-sucedidas.

    Em resumo, os crescentes impactos climáticos intensificam o risco de cruzar limites irreversíveis. Os pesquisadores apontam três setores que precisam investir diretamente na descarbonização: finanças, energia e indústria. Além disso, outras três áreas são decisivas: soluções baseadas na natureza, ações locais e urbanas e o incremento da resiliência e adaptação às mudanças climáticas, especialmente nos países mais vulneráveis.

(https://opiniao.estadao.com.br. Adaptado)

Assinale a alternativa que atende à norma-padrão de concordância.

  • A.

    Será requerido ações urgentes de intensificação e replicação das políticas mais bem-sucedidas para limitar o aumento da temperatura a 1,5 grau.

  • B.

    Os pesquisadores apontam que devem haver investimentos diretos na descarbonização por três setores: finanças, energia e indústria.

  • C.

    Os países mais vulneráveis precisa que três áreas seja protagonista nas transformações: soluções baseadas na natureza, ações locais e urbanas e o incremento da resiliência e adaptação às mudanças climáticas.

  • D.

    O desenvolvimento socioeconômico e ambiental sofre impacto devido às mudanças climáticas que põe o mundo em estado de alerta.

  • E.

    Em junho, as queimadas emitiram 50 megatons de dióxido de carbono na atmosfera, mais do que a soma de todas as emissões que haviam sido realizadas no mesmo mês entre 2010 e 2018.

Questão de Concurso - 1188652

Concurso Advogado 2019

Questão 4

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

Leia a tira.

Em conformidade com a norma-padrão, as lacunas devem ser preenchidas, respectivamente, com:

  • A. Tem … Prevêem … previamos
  • B. Têm … Preveem … prevíamos
  • C. Tem … Preveem … previamos
  • D. Têm … Prevêm … previamos
  • E. Tem … Prevêem … prevíamos

Questão de Concurso - 1188658

Concurso Advogado 2019

Questão 8

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

Leia o texto para responder às questões de números 05 a 10.

Professores do Brasil

Um estudo recente com o mesmo título desta coluna, lançado pela Unesco e pela Fundação Carlos Chagas, traz novas luzes sobre a profissão de professor no país.

Há boas notícias: uma maior diversidade entre os mestres e um número maior de inscritos em cursos de formação inicial. Mas, por trás desses fatos alvissareiros, aparece um desafio.

Na verdade, o aumento nas inscrições não reflete maior prestígio da carreira, afinal só 2,9% dos jovens brasileiros de 15 anos dizem desejar ser docentes da educação básica.

Na publicação, ressalta-se que 46% das matrículas se deram na modalidade de ensino a distância, o que é claramente inadequado para uma profissão que exige intensa conexão com a prática.

Ora, as competências para esse trabalho dificilmente podem ser desenvolvidas em um curso a distância. Seria o mesmo que esperar que um médico aprendesse a operar pacientes em cursos puramente teóricos e online.

Muitos dos cursos oferecidos o são por instituições privadas que não produzem pesquisas e contam com currículos dissociados da realidade da escola. Além disso, a oferta de licenciaturas noturnas, com carga horária diminuta, associada a um estágio tão curto quanto ritualístico, enfraquece a possibilidade de aprendizado efetivo.

Sabemos hoje que a qualidade do professor é o fator determinante para assegurar excelência com equidade, o que pode ter impactos não só nos próprios alunos como na melhoria da produtividade, há tanto tempo estagnada, e na diminuição da pobreza e da desigualdade social.

Assim, investir em atratividade da carreira, com salários competitivos e acesso mais seletivo à profissão, aprimorar a formação que professores recebem no ensino superior, vinculando-a com a prática e associando-a aos achados das pesquisas recentes, é não apenas urgente mas também o caminho para a construção de um país mais justo e desenvolvido.

(Claudia Costin, “Professores do Brasil”. Em: Folha de S.Paulo, 17.05.2019. Adaptado)

Quanto aos aspectos de regência, está de acordo com a norma-padrão o seguinte enunciado:

  • A.

    De acordo com o estudo, só 2,9% dos jovens brasileiros de 15 anos dizem aspirar na docência na educação básica.

  • B.

    Hoje temos certeza que a qualidade do professor é decisiva em assegurar excelência com equidade.

  • C.

    A modalidade de ensino a distância não é capaz em ofertar de uma profissão que exige intensa conexão sob a prática.

  • D.

    Para se construir um país mais justo, é urgente dedicar- se à formação dos professores que chegam ao ensino superior.

  • E.

    Na publicação, enfatizou-se em que 46% das matrículas foram na modalidade de ensino a distância.

Questão de Concurso - 1164467

Concurso Assistente Social 2018

Questão 7

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

Leia o texto para responder às questões de números 01 a 07.

Paisagem com figuras

    Em meados dos anos 60, o poeta João Cabral de Mello Neto jantava na cantina Fiorentina, no Leme, com seus colegas Fernando Pessoa Ferreira e Felix de Athayde, pernambucanos como ele. Em certo momento, ouviu-se um rumor na varanda e João Cabral perguntou o que estava acontecendo. “É o Chacrinha, que acabou de chegar”, informou Fernando.

    “Chacrinha? Quem é Chacrinha?”, quis saber João Cabral. “É um apresentador de tevê, muito famoso”, disseram. Cônsul do Brasil em Barcelona, com raras vindas ao Rio e famoso por não se interessar por música e tomar dez aspirinas por dia para a dor de cabeça, o poeta estava por fora do que acontecia por aqui.

     E, mesmo que estivesse a par, não podia haver ninguém menos Chacrinha do que João Cabral. Na sua poesia grave e desidratada, altamente cerebral, as palavras eram de pedra; os cães, sem plumas; e as facas, só lâminas. Já Chacrinha, o divino palhaço, era o barroco em Technicolor, embora a tevê ainda fosse em preto e branco. Em seu programa, apresentava os piores cantores do Brasil, atirava bacalhau para a plateia e promovia concursos de comer barata. Os comunicólogos ainda não o tinham descoberto como símbolo do “mau gosto genial”.

     Chacrinha entrou ventando pela Fiorentina, cercado de dez ou quinze aspones. Ao passar pela mesa de João Cabral, estacou e olhou-o fixamente. Então, abriu os braços e exclamou: “Cabral!!!”.

     O poeta levou um susto, mas não deixou a bola cair: “Abelardo!!!”, respondeu. Levantou-se no ato e os dois se jogaram nos braços um do outro, aos soluços. O poeta João Cabral de Mello Neto e o apresentador Abelardo “Chacrinha” Barbosa, colegas de curso primário no Colégio Marista, do Recife, e que não se viam havia mais de 30 anos, tinham acabado de se reencontrar, reconhecer e abraçar. É o Brasil.

(Ruy Castro. A arte de querer bem. Rio de Janeiro, Estação Brasil, 2018)

Assinale a alternativa em que a passagem do texto fica pontuada corretamente, conforme a norma-padrão da língua, após o acréscimo das vírgulas.

  • A.

    Em certo momento, ouviu-se um rumor, na varanda e João Cabral perguntou, o que estava acontecendo. (1° parágrafo)

  • B.

    Cônsul do Brasil em Barcelona, com raras vindas ao Rio e famoso por não se interessar, por música e tomar dez aspirinas, por dia para a dor de cabeça… (2° parágrafo)

  • C.

    Em seu programa, apresentava os piores cantores, do Brasil, atirava bacalhau para a plateia e promovia, concursos de comer barata. (3° parágrafo)

  • D.

    Os comunicólogos ainda, não o tinham descoberto, como símbolo do “mau gosto genial”. (4° parágrafo)

  • E.

    Levantou-se, no ato, e os dois se jogaram nos braços um do outro, aos soluços. (4° parágrafo)

Questão de Concurso - 1164471

Concurso Assistente Social 2018

Questão 8

Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível Superior

A frase redigida corretamente, no que se refere à concordância da norma-padrão da língua, é

  • A.

    Acompanhava o apresentador muitos assistentes sem uma função definida.

  • B.

    Eram necessárias tomar dez aspirinas por dia para aplacar a dor de cabeça.

  • C.

    Viam-se dez ou quinze assessores acompanhando o apresentador.

  • D.

    Convêm notar que, ao se reconhecerem, um e outro se deixou levar pela emoção.

  • E.

    João Cabral de Mello Neto e Abelardo Barbosa havia frequentado a mesma escola.