Medicina Especialidade Anestesiologia

A febre amarela voltou a representar um importante problema de saúde pública no Brasil. Cerca de 15% dos acometidos adquire a forma grave da doença, com alta letalidade. Os achados clínicos são semelhantes aos da hepatite viral, da leptospirose, da malária, etc. O seguinte achado é mais comum na febre amarela grave do que nas demais infecções citadas:
  • A. albuminúria.
  • B. transaminases pouco elevadas.
  • C. taquicardia desproporcional à temperatura.
  • D. tromboses.
  • E. poliúria.