Medicina Especialidade Anestesiologia

Uma paciente de 27 anos de idade, com antecedente de pielonefrite, deu entrada no serviço de emergência discretamente sonolenta, com perfusão lentificada, FC de 120 bpm, FR de 28 ipm, PA de 80 x 60 mmHg, giordano positivo e lactato arterial de 4,2 mmol/L.

Com base nesse caso hipotético, assinale a alternativa que apresenta a conduta correta no manuseio da paciente segundo o Surviving Sepsis Campaign: International Guidelines for Management of Sepsis and Septic Shock: 2016.

  • A. Deve-se utilizar qSOFA para rastreamento da sepse, iniciar ressuscitação volêmica com cristaloide (pelo menos 30 mL/kg nas primeiras 6 h) e iniciar antibiótico após o resultado do hemograma.
  • B. Deve-se utilizar qSOFA para rastreamento da sepse, iniciar ressuscitação volêmica com cristaloide (pelo menos 30 mL/kg nas primeiras 3 h) e iniciar antibiótico em até 1 h.
  • C. Não se deve utilizar qSOFA para rastreamento da sepse, mas sim iniciar ressuscitação volêmica com cristaloide (pelo menos 30 mL/kg nas primeiras 3h) e antibiótico em até 1 h.
  • D. A hidrocortisona deve ser utilizada se a paciente apresentar choque séptico.
  • E. A vasopressina deve ser o vasopressor de primeira escolha se a paciente apresentar choque séptico.