Medicina Especialidade Anestesiologia

Uma paciente de 34 anos de idade foi submetida à colecistectomia videolaparoscópica há um dia devido à colecistopatia crônica calculosa. O intraoperatório mostrava vesícula biliar escleroatrófica, sendo realizado o procedimento com dificuldade técnica e colocado dreno na cavidade abdominal. No primeiro dia pós-operatório, a paciente se encontrava com dor abdominal à palpação difusamente, dispneica ++/4+, com saída de secreção biliosa pelo dreno abdominal, com pulso de 130 bpm e PA de 70 x 50 mmHg.

Considerando essa situação hipotética, assinale a alternativa que apresenta a melhor conduta.

  • A. revisão cirúrgica da cavidade para lavagem e redrenagem
  • B. encaminhamento para a UTI para estabilização do quadro
  • C. realização de colangiopancreatografia por ressonância magnética para avaliação da via biliar
  • D. colangiopancreatografia retrógrada endoscópica para avaliação e possível tratamento da via biliar
  • E. solicitação de tomografia de abdome total