Medicina Especialidade Cardiologia

Um jovem com 22 anos de idade procurou o serviço de pronto atendimento relatando estar há 3 dias com febre, mal-estar geral, artralgias nos tornozelos e joelhos e piora da dispnéia, que agora ocorre aos médios esforços. Informou ser portador de febre reumática "no coração" e está em uso de furosemida 20 mg ao dia, enalapril 2 mg ao dia e penicilina benzatina (intramuscular) 1,2 milhão de UI a cada 60 dias. O exame físico mostrou paciente febril (38 ºC), mucosas coradas, palidez cutânea, ritmo cardíaco regular taquicárdico em 3 tempos (3.ª bulha), com sopro sistólico, grau 4 (de Levine), rude, com musicalidade tipo whooping, em foco mitral, irradiado para a linha axilar posterior esquerda, presença de atrito pericárdico em borda esternal esquerda inferior, pulmões com estertores em terços inferiores de ambos os campos pulmonares, abdome sem alterações, nas extremidades apenas leve dor nos joelhos, sem sinais flogísticos. O eletrocardiograma mostrou taquicardia sinusal, SÂQRS a !25º, sobrecarga atrial e ventricular esquerdas, e o hemograma mostrou leucocitose leve e velocidade de hemossedimentação acelerada.

 

Acerca da situação clínica apresentada, julgue os itens seguintes.

O esquema de antibioticoprofilaxia relatado pelo paciente está plenamente adequado às mais recentes recomendações, que buscam aumentar ao máximo a adesão a esse programa de prevenção secundária.

  • C. Certo
  • E. Errado