Medicina Especialidade Cardiologia

        Uma paciente com 41 anos de idade, atleta, em uso de anticoncepcional oral, procurou a emergência de um hospital com quadro de dor torácica. No exame físico, a PA estava em 130 mmHg × 80 mmHg, a FC, igual a 92 bpm e a FR era de 20 irm. A ausculta respiratória e o exame do abdome foram normais. O ECG indicou alterações inespecíficas e difusas da repolarização ventricular, e o raio X de tórax apresentou resultado normal. O ecocardiograma mostrou discreto derrame pericárdico.

 

Considerando esse caso clínico e seus possíveis diagnósticos, julgue os próximos itens.

Nas mulheres com deficiência do fator V de Leiden e que estão em uso de contraceptivos orais, o risco de embolia pulmonar é dez vezes maior que na população em geral.

  • C. Certo
  • E. Errado