Medicina Especialidade Cardiologia

Uma mulher de 60 anos, obesa, diabética há 15 anos, faz uso de metformina 1.000 mg/dia e glimepirida 6 mg/dia. A avaliação laboratorial mostra glicemia de jejum = 220 mg/dL, hemoglobina glicosilada = 9,4%, uréia e creatinina normais e proteinúria = 0,750 mg/dL. Além de ser orientada quanto à necessidade de perder peso, o médico deve alterar a terapêutica. A melhor opção, dentre os esquemas abaixo, será:

  • A.

    trocar metformina e glimepirida por rosiglitazona e insulina lenta.

  • B.

    trocar os hipoglicemiantes orais por insulina lenta dividida em 2 doses diárias.

  • C.

    aumentar a dose de metformina e iniciar inibidor da ECA.

  • D.

    iniciar insulina regular conforme a glicemia capilar, a ser obtida 3 vezes ao dia.

  • E.

    trocar metformina por repaglinida e iniciar bloqueador de canal de cálcio.