Medicina Especialidade Cardiologia

Um paciente no sexto dia de uso de heparina não fracionada para profilaxia de trombose venosa profunda, apresenta queda de plaquetas de 450.000/mm3 para 200.000/mm3. Neste indivíduo, outras etiologias de trombocitopenia que não a heparina são improváveis. A conduta correta é
  • A. monitorar plaquetas e suspender heparina se qualquer queda adicional.
  • B. manter a heparina apenas para manutenção de acessos venosos periféricos.
  • C. interromper a administração de heparina por qualquer via.
  • D. monitorar plaquetas e suspender heparina somente se queda para número inferior a 100.000/mm3.
  • E. substituir por heparina de baixo peso molecular.