Medicina Especialidade Cirurgias Cirurgia de Cabeça e Pescoço

Um paciente de 75 anos de idade deu entrada no pronto‐socorro com queixa de hematoquezia há dois dias. Negou ocorrências semelhantes prévias. Ao exame, encontrava‐se em regular estado geral, com frequência cardíaca de 98 bpm, pressão arterial igual a 120 x 60 mmHg e regular perfusão periférica. Apresentava abdome globoso, flácido e indolor e toque retal com sangue vivo, sem tumorações ou doenças orificiais. Foi realizada a compensação clínica e a reposição volêmica do paciente com cristaloides e três concentrados de hemácias, que resultaram em melhora clínica. Durante a internação, manteve sangramento e queda hematimétrica constante, sendo necessário transfundir, no total, seis concentrados de hemácias. O paciente passou a apresentar frequência cardíaca de 140 bpm, pressão arterial de 110 x 60 mmHg e diaforese. A colonoscopia realizada durante a internação não evidenciou foco de sangramento devido a mau preparo.

Com base nesse caso hipotético, assinale a alternativa correta.

  • A. Neoplasia é a causa mais frequente de hemorragia digestiva baixa em pacientes nessa faixa etária.
  • B. O paciente não deve ser operado nesse momento por não ter diagnóstico e estar instável hemodinamicamente.
  • C. O paciente deve ser encaminhado ao centro cirúrgico para realização de laparotomia exploradora com provável colectomia total.
  • D. Deve ser feita cintilografia com hemácias marcadas para diagnóstico de divertículo de Meckel, causa comum de sangramento digestivo.
  • E. A cápsula endoscópica está indicada para o diagnóstico de causa de sangramento oculto nesse momento.