Medicina Especialidade Clínica Cirúrgica Cirurgia Geral

Um paciente de 58 anos de idade, no terceiro dia de pós-operatório de laparotomia exploradora com enteroenteroanastomose por perfuração ileal e peritonite fecal, está na UTI ainda em intubação orotraquial, ventilação mecânica e uso de droga vasoativa, apresentando distensão abdominal importante. O intensivista solicita avaliação da cirurgia geral, referindo que o paciente piorou nas últimas 24 horas, após ressuscitação volêmica com 10 L de solução cristaloide nas últimas 36 horas, necessidade de aumento da pressão inspiratória no ventilador, início de noradrenalina e piora da função renal. Ao exame físico, apresenta-se em estado geral regular, corado, em anasarca, com abdome distendido e hipertimpânico, sem massas e ruídos hidroaéreos (RHA) diminuídos globalmente. Apresenta FC de 100 bpm, PA de 100 mmHg x 70 mmHg, SpO 2 de 98% com O2 a 100% e FR de 14 ipm em ventilação mecânica. Uma verificação da pressão intravesical revela o valor de 45 cm2OH.

Com relação a esse caso clínico, julgue os itens a seguir.

O paciente apresenta hipertensão intra-abdominal grau III.
  • C. Certo
  • E. Errado