Questões de Concurso de Clínica Cirúrgica - Medicina

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 946043

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2018

Cargo: Médico Residente - Área Cirurgia Geral / Questão 1

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Acerca das causas de hemorragias no parto e no pós-parto, julgue os itens seguintes. O tabagismo e o uso de cocaína são considerados fatores de risco para o descolamento prematuro de placenta.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 946044

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2018

Cargo: Médico Residente - Área Cirurgia Geral / Questão 2

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Acerca das causas de hemorragias no parto e no pós-parto, julgue os itens seguintes. Na gestante em trabalho de parto, com sangramento transvaginal discreto, leve hipertonia uterina e batimentos cardíacos fetais normais, a ultrassonografia obstétrica é o exame de escolha para descartar o diagnóstico de descolamento prematuro de placenta (DPP), por facilitar a detecção de coágulo retroplacentário na maioria dos casos de DPP.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 946045

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2018

Cargo: Médico Residente - Área Cirurgia Geral / Questão 3

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Acerca das causas de hemorragias no parto e no pós-parto, julgue os itens seguintes. Em gestante com trinta semanas de idade gestacional, a visualização de placenta prévia total por meio de ultrassonografia indica que a placenta se manterá no mesmo local até o final da gravidez.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 946046

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2018

Cargo: Médico Residente - Área Cirurgia Geral / Questão 4

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Acerca das causas de hemorragias no parto e no pós-parto, julgue os itens seguintes. A pré-eclâmpsia pode predispor a gestante à coagulação vascular disseminada, pois está associada à trombocitopenia, além de provocar queda dos fatores de coagulação, especialmente o fator VIII e a antitrombina III.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 946683

Fundação Universidade de Brasília (FUB) 2018

Cargo: Médico Residente - Área Cirurgia Geral / Questão 1

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Nos casos em que é necessária a gastrectomia total ou parcial, a reconstrução do trânsito gastrointestinal é realizada usando-se o esôfago distal ou o coto gástrico remanescente e alguma porção do intestino delgado. Acerca desse assunto, julgue os itens a seguir. Nas reconstruções das gastrectomias parciais, as anastomoses a Billroth II podem provocar refluxo biliodigestivo, que pode ser prevenido associando-se a essa técnica um desvio do fluxo da bile, como a anastomose de Braun ou a anastomose em Y-de-Roux.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 946684

Fundação Universidade de Brasília (FUB) 2018

Cargo: Médico Residente - Área Cirurgia Geral / Questão 2

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Nos casos em que é necessária a gastrectomia total ou parcial, a reconstrução do trânsito gastrointestinal é realizada usando-se o esôfago distal ou o coto gástrico remanescente e alguma porção do intestino delgado. Acerca desse assunto, julgue os itens a seguir. Nas gastrectomias totais, a reconstrução do trânsito intestinal é feita através de anastomoses esôfago-jejunal término-terminal ou término-lateral sem desvios da alça biliodigestiva.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 946685

Fundação Universidade de Brasília (FUB) 2018

Cargo: Médico Residente - Área Cirurgia Geral / Questão 3

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Nos casos em que é necessária a gastrectomia total ou parcial, a reconstrução do trânsito gastrointestinal é realizada usando-se o esôfago distal ou o coto gástrico remanescente e alguma porção do intestino delgado. Acerca desse assunto, julgue os itens a seguir. A gastrectomia parcial com reconstrução a Billroth I é realizada unindo-se o duodeno com o coto gástrico por meio de uma anastomose término-terminal.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 946686

Fundação Universidade de Brasília (FUB) 2018

Cargo: Médico Residente - Área Cirurgia Geral / Questão 4

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Nos casos em que é necessária a gastrectomia total ou parcial, a reconstrução do trânsito gastrointestinal é realizada usando-se o esôfago distal ou o coto gástrico remanescente e alguma porção do intestino delgado. Acerca desse assunto, julgue os itens a seguir. Na gastrectomia parcial com reconstrução a Billroth II, podem-se utilizar as anastomoses do coto gástrico com a parte proximal do jejuno com aproximações término-laterais oralis totalis ou Reichel-Pólya, como também oralis parcialis, conhecida também como Hofmeister-Finsterer.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 1029247

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2019

Cargo: Programa de Residência Médica em Especialidade com Exigência de Pré Requisito: Cirurgia Geral - Mastologia / Questão 1

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Acerca da síndrome dos ovários policísticos (SOP), julgue os itens a seguir. Embora os valores de dosagem de prolactina sejam normais na maioria dos casos de SOP, em aproximadamente 10% das pacientes com essa síndrome, os níveis de prolactina são elevados.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 1029248

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2019

Cargo: Programa de Residência Médica em Especialidade com Exigência de Pré Requisito: Cirurgia Geral - Mastologia / Questão 2

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Acerca da síndrome dos ovários policísticos (SOP), julgue os itens a seguir. Na SOP, há um aumento na população de folículos antrais em crescimento, o que leva a uma alta concentração de inibina e à consequente elevação dos níveis do hormônio folículo estimulante (FSH) para além do limite superior da normalidade.
  • C. Certo
  • E. Errado