Medicina Especialidade Clínica Geral

Uma mulher com cinquenta e sete anos de idade, branca, casada, aposentada, natural e procedente de Brasília, foi atendida em um hospital com queixa de episódios súbitos de taquicardia, sudorese, náusea e palidez, havia dez meses. Tais episódios ocorriam cerca de duas a três vezes por semana, com duração aproximada de 20 min, de início súbito, sem fatores desencadeantes ou de alívio. Ela trouxe um relatório de alta hospitalar devido a internação por urgência hipertensiva e cefaleia havia dois meses e, desde então, usava losartana 100 mg e hidroclorotiazida 25 mg, ambos uma vez ao dia. Negou comorbidades. No exame físico, apresentou pressão arterial de 138 mmHg × 86 mmHg (posição sentada) e 112 mmHg × 64 mmHg (posição ortostática), frequência cardíaca de 96 bpm e ritmo cardíaco regular em dois tempos sem sopros. O restante do exame físico foi normal. Os resultados dos exames laboratoriais mostraram glicemia = 108 mg/dL, creatinina = 0,9 mg/dL, sódio = 140 mEq/L e potássio = 4,9 mEq/L. O eletrocardiograma revelou hipertrofia ventricular esquerda e os demais exames laboratoriais de rotina foram normais.

A respeito desse caso clínico, julgue os próximos itens.

Recomenda-se a substituição da hidroclorotiazida pelo metoprolol.
  • C. Certo
  • E. Errado