Medicina Especialidade Clínica Geral

Um homem de 43 anos de idade, aposentado, que trabalhou em indústria de cimento, tinha hábitos alcoólicos superiores a 50 gramas/dia, nos últimos 20 anos. Notou, pela primeira vez, havia 3 anos, aumento do volume abdominal, edemas dos membros inferiores e face. Associado a esse quadro, apresentou parestesias dos quatro membros com evolução progressiva e, um mês antes da internação, necessitou ficar acamado por fadiga e adinamia. Foi internado na emergência para investigação. Durante o exame físico, o paciente estava consciente, orientado, com 41,9 quilogramas de peso e altura de l,69 metros. A pele apresentava rarefação pilosa e telangiectasias da face. As mucosas estavam úmidas e hipocoradas (+2/+4), e perfusão periférica com tempo de enchimento capilar menor que 2 segundos. Foram verificados, ainda, tórax e abdome com circulação colateral, edema da parede abdominal e dos quatro membros (+3/+4). Abdome ascítico, hepatomegalia de bordas lisas, indolor, palpável 4 centímetros abaixo do rebordo costal direito. O hábito intestinal do paciente era de uma evacuação a cada dois dias. Com relação ao sistema nervoso central, os membros superiores apresentavam hipoestesia bilateral em luva até os cotovelos e os inferiores, hipoestesia em meia até os joelhos, além de incapacidade de marcha. O paciente referiu inversão do ciclo sono e vigília.

Considerando o caso clínico apresentado, julgue os itens a seguir.

Ao utilizar o critério de gravidade, conclui-se que o paciente do referido caso clínico possui encefalopatia hepática estágio II.
  • C. Certo
  • E. Errado