Medicina Especialidade Endoscopia

Mulher, 62 anos de idade, ex-tabagista, DPOC, diabética, que fazia uso de omeprazol 20 mg pela manhã por história de doença do refluxo gastroesofágico, procurou atendimento médico apresentando febre de 38,7 ºC, tosse produtiva e dor ventilatório-dependente. Foi iniciado tratamento com levofloxacino e a paciente foi liberada para tratamento domiciliar.

Em relação ao omeprazol e à pneumonia adquirida na comunidade, julgue os itens a seguir.

Deve-se manter o omeprazol e avaliar risco e benefício, já que novos estudos mostram que comorbidades são fatores relevantes no risco de pneumonia em usuários de inibidor de bomba de prótons.
  • C. Certo
  • E. Errado