Medicina Especialidade Gastroenterologia

Um paciente de 50 anos de idade, sem histórico familiar de neoplasia, foi submetido a uma colonoscopia de rastreamento. O exame foi realizado até o íleo terminal, sob boas condições de preparo, sendo identificados três pólipos sésseis de aproximadamente 3 mm cada no cólon transverso, e efetuadas polipectomias com pinça de biópsia. O exame histopatológico revelou adenomas tubulares com displasia de baixo grau. Nesse caso clínico, o intervalo mais adequado para a próxima colonoscopia é de
  • A. 10 anos.
  • B. 3 anos.
  • C. 5 anos.
  • D. 1 ano.
  • E. 2 anos.