Questões de Concurso de Herbiatria - Medicina

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 587319

Prefeitura de Limeira - SP 2007

Cargo: Médico Diarista I - Área Hebiatra / Questão 81

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Uma adolescente de 14 anos de idade foi ao serviço de saúde, desacompanhada, para atendimento médico, queixando-se que suas mamas são muito grandes e assimétricas, que a menstruação ora vem em grande quantidade, ora apresenta sangramento de pequeno volume e que, às vezes, passa mais de um mês sem menstruar e tem muitas cólicas nesse período. Relatou que a menarca ocorreu aos 13 anos e que ainda não iniciou suas atividades sexuais. Não é tabagista, mas faz uso de bebidas alcoólicas com freqüência. Ao exame clínico, apresentouse em bom estado geral, eupnéica e normotensa. Altura 1,58 cm, peso 48 kg, estadiamento puberal, M4 P4; mamas discretamente assimétricas sem outras alterações.

Considerando o caso clínico apresentado acima, julgue os itens a seguir.

Na adolescência, até três anos após a menarca, os ciclos são anovulatórios e irregulares, portanto o tipo de queixa apresentado pela adolescente não é sintoma de um problema de saúde.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 587320

Prefeitura de Limeira - SP 2007

Cargo: Médico Diarista I - Área Hebiatra / Questão 82

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Uma adolescente de 14 anos de idade foi ao serviço de saúde, desacompanhada, para atendimento médico, queixando-se que suas mamas são muito grandes e assimétricas, que a menstruação ora vem em grande quantidade, ora apresenta sangramento de pequeno volume e que, às vezes, passa mais de um mês sem menstruar e tem muitas cólicas nesse período. Relatou que a menarca ocorreu aos 13 anos e que ainda não iniciou suas atividades sexuais. Não é tabagista, mas faz uso de bebidas alcoólicas com freqüência. Ao exame clínico, apresentouse em bom estado geral, eupnéica e normotensa. Altura 1,58 cm, peso 48 kg, estadiamento puberal, M4 P4; mamas discretamente assimétricas sem outras alterações.

Considerando o caso clínico apresentado acima, julgue os itens a seguir.

A assimetria nas mamas da paciente em questão é aceitável na adolescência e ocorre em cerca de 30% das adolescentes, entretanto, caso persista na idade adulta, a assimetria deve ser investigada, pois pode indicar a presença de tumores malignos.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 587321

Prefeitura de Limeira - SP 2007

Cargo: Médico Diarista I - Área Hebiatra / Questão 83

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Uma adolescente de 14 anos de idade foi ao serviço de saúde, desacompanhada, para atendimento médico, queixando-se que suas mamas são muito grandes e assimétricas, que a menstruação ora vem em grande quantidade, ora apresenta sangramento de pequeno volume e que, às vezes, passa mais de um mês sem menstruar e tem muitas cólicas nesse período. Relatou que a menarca ocorreu aos 13 anos e que ainda não iniciou suas atividades sexuais. Não é tabagista, mas faz uso de bebidas alcoólicas com freqüência. Ao exame clínico, apresentouse em bom estado geral, eupnéica e normotensa. Altura 1,58 cm, peso 48 kg, estadiamento puberal, M4 P4; mamas discretamente assimétricas sem outras alterações.

Considerando o caso clínico apresentado acima, julgue os itens a seguir.

Em caso de ciclos irregulares na puberdade, como o da paciente em apreço, deve-se investigar a ocorrência de ovários policísticos e solicitar ecografia pélvica e dosagem dos esteróides.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 587322

Prefeitura de Limeira - SP 2007

Cargo: Médico Diarista I - Área Hebiatra / Questão 84

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Uma adolescente de 14 anos de idade foi ao serviço de saúde, desacompanhada, para atendimento médico, queixando-se que suas mamas são muito grandes e assimétricas, que a menstruação ora vem em grande quantidade, ora apresenta sangramento de pequeno volume e que, às vezes, passa mais de um mês sem menstruar e tem muitas cólicas nesse período. Relatou que a menarca ocorreu aos 13 anos e que ainda não iniciou suas atividades sexuais. Não é tabagista, mas faz uso de bebidas alcoólicas com freqüência. Ao exame clínico, apresentouse em bom estado geral, eupnéica e normotensa. Altura 1,58 cm, peso 48 kg, estadiamento puberal, M4 P4; mamas discretamente assimétricas sem outras alterações.

Considerando o caso clínico apresentado acima, julgue os itens a seguir.

O uso do álcool pelos pais e pelos amigos é um dos principais motivos geradores de consumo de bebidas alcoólicas entre os jovens, entretanto, se esse consumo for irregular, não constitui fator de risco para o adolescente.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 587323

Prefeitura de Limeira - SP 2007

Cargo: Médico Diarista I - Área Hebiatra / Questão 85

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Uma adolescente de 14 anos de idade foi ao serviço de saúde, desacompanhada, para atendimento médico, queixando-se que suas mamas são muito grandes e assimétricas, que a menstruação ora vem em grande quantidade, ora apresenta sangramento de pequeno volume e que, às vezes, passa mais de um mês sem menstruar e tem muitas cólicas nesse período. Relatou que a menarca ocorreu aos 13 anos e que ainda não iniciou suas atividades sexuais. Não é tabagista, mas faz uso de bebidas alcoólicas com freqüência. Ao exame clínico, apresentouse em bom estado geral, eupnéica e normotensa. Altura 1,58 cm, peso 48 kg, estadiamento puberal, M4 P4; mamas discretamente assimétricas sem outras alterações.

Considerando o caso clínico apresentado acima, julgue os itens a seguir.

Os casos de adolescentes com menarca ausente aos 16 anos de idade e desenvolvimento puberal normal; ou com menarca ausente aos 14 anos de idade e sem desenvolvimento puberal; ou com menarca ausente até dois anos após a maturação sexual completa da adolescente são classificados com amenorréia primária.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 587324

Prefeitura de Limeira - SP 2007

Cargo: Médico Diarista I - Área Hebiatra / Questão 86

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Uma adolescente de 14 anos de idade foi ao serviço de saúde, desacompanhada, para atendimento médico, queixando-se que suas mamas são muito grandes e assimétricas, que a menstruação ora vem em grande quantidade, ora apresenta sangramento de pequeno volume e que, às vezes, passa mais de um mês sem menstruar e tem muitas cólicas nesse período. Relatou que a menarca ocorreu aos 13 anos e que ainda não iniciou suas atividades sexuais. Não é tabagista, mas faz uso de bebidas alcoólicas com freqüência. Ao exame clínico, apresentouse em bom estado geral, eupnéica e normotensa. Altura 1,58 cm, peso 48 kg, estadiamento puberal, M4 P4; mamas discretamente assimétricas sem outras alterações.

Considerando o caso clínico apresentado acima, julgue os itens a seguir.

A paciente em questão apresenta quadro de dismenorréia primária ou funcional, que, em geral, está associada a endometriose, má formação do trato genital, síndrome do ovário policístico, entre outras patologias.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 587325

Prefeitura de Limeira - SP 2007

Cargo: Médico Diarista I - Área Hebiatra / Questão 87

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Uma menina de 13 anos e seis meses de idade, que procurou serviço de saúde para solicitar um contraceptivo oral, foi encaminhada ao pediatra especialista em adolescentes, o qual constatou, ao exame clínico, que a adolescente estava levemente desnutrida, com peso abaixo do percentil 10, para o indicador peso/idade, e no percentil 25, para estatura/idade. O estado geral da paciente, no momento da consulta, era bom; ela encontrava-se eupnéica, hidratada, normotensa, sem nenhuma outra alteração clínica. A paciente relatou que era portadora de alergia, sofria muitas crises de bronquite e estava fazendo uso de corticóide oral e betabloqueador inalatório. Relatou ainda que, há aproximadamente seis meses, iniciou sua vida sexual. Seu namorado, que tem 21 anos de idade, usa o preservativo (condom) em todas as relações sexuais, mas, em relação sexual recente, o preservativo rompeu-se, o que motivou o uso de contraceptivo de emergência (pílula do dia seguinte) pela adolescente. A paciente solicitou orientação para o uso de um método seguro de contracepção e, também, que o sigilo médico fosse mantido, pois sua família ignorava os fatos que a levaram a buscar orientação médica.

A partir do caso hipotético apresentado acima, julgue os próximos itens.

O uso de contraceptivo oral não deve ser prescrito nesse caso devido ao fato de que a paciente faz uso de corticóide e betabloqueador.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 587326

Prefeitura de Limeira - SP 2007

Cargo: Médico Diarista I - Área Hebiatra / Questão 88

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Uma menina de 13 anos e seis meses de idade, que procurou serviço de saúde para solicitar um contraceptivo oral, foi encaminhada ao pediatra especialista em adolescentes, o qual constatou, ao exame clínico, que a adolescente estava levemente desnutrida, com peso abaixo do percentil 10, para o indicador peso/idade, e no percentil 25, para estatura/idade. O estado geral da paciente, no momento da consulta, era bom; ela encontrava-se eupnéica, hidratada, normotensa, sem nenhuma outra alteração clínica. A paciente relatou que era portadora de alergia, sofria muitas crises de bronquite e estava fazendo uso de corticóide oral e betabloqueador inalatório. Relatou ainda que, há aproximadamente seis meses, iniciou sua vida sexual. Seu namorado, que tem 21 anos de idade, usa o preservativo (condom) em todas as relações sexuais, mas, em relação sexual recente, o preservativo rompeu-se, o que motivou o uso de contraceptivo de emergência (pílula do dia seguinte) pela adolescente. A paciente solicitou orientação para o uso de um método seguro de contracepção e, também, que o sigilo médico fosse mantido, pois sua família ignorava os fatos que a levaram a buscar orientação médica.

A partir do caso hipotético apresentado acima, julgue os próximos itens.

O médico deve informar à paciente que, embora a contracepção de emergência não seja um método abortivo, pois a pílula atua conforme a fase do ciclo em que a mulher se encontra, impede ou retarda a ovulação, modifica o muco cervical e dificulta o transporte de espermatozóide, entretanto, não deve ser utilizado como método de rotina, pois pode perder a eficácia.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 587327

Prefeitura de Limeira - SP 2007

Cargo: Médico Diarista I - Área Hebiatra / Questão 89

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Uma menina de 13 anos e seis meses de idade, que procurou serviço de saúde para solicitar um contraceptivo oral, foi encaminhada ao pediatra especialista em adolescentes, o qual constatou, ao exame clínico, que a adolescente estava levemente desnutrida, com peso abaixo do percentil 10, para o indicador peso/idade, e no percentil 25, para estatura/idade. O estado geral da paciente, no momento da consulta, era bom; ela encontrava-se eupnéica, hidratada, normotensa, sem nenhuma outra alteração clínica. A paciente relatou que era portadora de alergia, sofria muitas crises de bronquite e estava fazendo uso de corticóide oral e betabloqueador inalatório. Relatou ainda que, há aproximadamente seis meses, iniciou sua vida sexual. Seu namorado, que tem 21 anos de idade, usa o preservativo (condom) em todas as relações sexuais, mas, em relação sexual recente, o preservativo rompeu-se, o que motivou o uso de contraceptivo de emergência (pílula do dia seguinte) pela adolescente. A paciente solicitou orientação para o uso de um método seguro de contracepção e, também, que o sigilo médico fosse mantido, pois sua família ignorava os fatos que a levaram a buscar orientação médica.

A partir do caso hipotético apresentado acima, julgue os próximos itens.

De acordo com o Código de Ética Médica, quando se trata de paciente menor de 14 anos de idade, como ocorreu no caso em questão, deve o médico romper o sigilo, informando a família acerca da situação de risco que a paciente está vivenciando.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 587328

Prefeitura de Limeira - SP 2007

Cargo: Médico Diarista I - Área Hebiatra / Questão 90

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível: Superior

Uma menina de 13 anos e seis meses de idade, que procurou serviço de saúde para solicitar um contraceptivo oral, foi encaminhada ao pediatra especialista em adolescentes, o qual constatou, ao exame clínico, que a adolescente estava levemente desnutrida, com peso abaixo do percentil 10, para o indicador peso/idade, e no percentil 25, para estatura/idade. O estado geral da paciente, no momento da consulta, era bom; ela encontrava-se eupnéica, hidratada, normotensa, sem nenhuma outra alteração clínica. A paciente relatou que era portadora de alergia, sofria muitas crises de bronquite e estava fazendo uso de corticóide oral e betabloqueador inalatório. Relatou ainda que, há aproximadamente seis meses, iniciou sua vida sexual. Seu namorado, que tem 21 anos de idade, usa o preservativo (condom) em todas as relações sexuais, mas, em relação sexual recente, o preservativo rompeu-se, o que motivou o uso de contraceptivo de emergência (pílula do dia seguinte) pela adolescente. A paciente solicitou orientação para o uso de um método seguro de contracepção e, também, que o sigilo médico fosse mantido, pois sua família ignorava os fatos que a levaram a buscar orientação médica.

A partir do caso hipotético apresentado acima, julgue os próximos itens.

As políticas de saúde para o adolescente devem: ser orientadas considerando-se os fatores determinantes de saúde e de doença; incorporar as novas tecnologias; focar sua atenção ao custo-efetividade; atuar de forma intersetorial, com a participação da comunidade na construção de uma atitude responsável do adolescente para com sua saúde.

  • C. Certo
  • E. Errado