Medicina Especialidade Infectologia

Uma paciente de 45 anos de idade procura o ambulatório com queixa de disfagia progressiva há 10 anos – iniciada para alimentos sólidos e, no momento, para alimentos líquidos – sialorreia e perda de 5 kg em quatro meses. Possui epidemiologia positiva para doença de Chagas. Ao exame, apresenta-se em bom estado geral, porém emagrecida.

Considerando esse caso clínico e os conhecimentos médicos correlatos, assinale a alternativa correta.

  • A. Sorologia para doença de Chagas deve ser feita, a fim de nortear o tratamento.
  • B. A presença de esfíncter esofágico inferior normotônico à manometria esofágica afasta a hipótese de acalásia.
  • C. A endoscopia digestiva alta possibilita o diagnóstico e a classificação nos casos de megaesôfago chagásico.
  • D. O tratamento cirúrgico é sempre indicado para quadros como esse.
  • E. A classificação do megaesôfago é feita por estudo radiológico contrastado.