Medicina Especialidade Mastologia

Paciente, 40 anos de idade, do sexo feminino, procurou atendimento médico por queixa de queimação retroesternal e regurgitação havia mais de 6 meses. Negava náusea, vômitos, disfagia ou perda de peso involuntária. Estava obesa e era tabagista desde os 15 anos de idade. Refere-se tosse crônica havia 2 meses. Não usava medicações de uso contínuo além do anticoncepcional oral. Durante a consulta, a paciente recebeu o diagnóstico de doença do refluxo gastroesofágico e saiu do consultório com prescrição de inibidor de bomba de prótons.

Considerando o caso clínico apresentado e os conhecimentos médicos a ele relacionado, julgue os itens a seguir.

As principais classificações endoscópicas para avaliar esofagite de refluxo são Savary-Miller e Los Angeles, sendo as erosões as soluções de continuidade > 3 mm limitadas à mucosa e com a úlcera atingindo a camada muscular da mucosa.
  • C. Certo
  • E. Errado