Medicina Especialidade Cirurgias Neurocirurgia

Um homem de vinte e cinco anos de idade foi levado por familiares para atendimento neurológico com relato de cefaleia holocraniana e febre havia três dias, associada à sonolência, apatia e desorientação progressivas. Na investigação clínica com punção lombar, constatou-se pleocitose linfocítica. No entanto, não houve evidência de micro-organismos na bacterioscopia. O exame feito por ressonância magnética mostrou sinais hiperintensos em T2 e Flair, acometendo bilateralmente os lobos temporais e as ínsulas.

Com relação a esse caso clínico, julgue os itens subsecutivos.

O que determinará o prognóstico do paciente em questão é a pronta instituição do tratamento antiviral, associada a corticoides, para efeito antiedematoso cerebral.
  • C. Certo
  • E. Errado