Medicina Especialidade Neurologia

Uma paciente de 22 anos de idade é encaminhada por familiares ao hospital após apresentar crise convulsiva tônica-clônica generalizada com duração de três minutos há aproximadamente uma hora. Ao exame, encontra-se discretamente sonolenta, mas orientada, FC: 85 bpm, FR: 15 irpm, PA: 110 mmHg x 80 mmHg e SaO 2: 95% em uso de cateter O2 3 L/min. A paciente referiu ao médico que a atendeu quadro de cefaleia unilateral direita, latejante, com náusea ocasional e fotofobia iniciada há cerca de 10 dias, sem melhora com analgesia oral. Relatava cefaleia crônica semelhante à atual há aproximadamente dois anos, mas que durava cerca de um dia, no máximo, e negava crises epilépticas prévias. Estava em uso de anticoncepcional hormonal a base de estrogênio iniciado há cerca de seis meses. Uma tomografia computadorizada (TC) de crânio sem contraste realizada na emergência encontrava-se dentro da normalidade.

Acerca desse caso clínico e dos conhecimentos médicos correlatos, julgue os itens a seguir.

Caso a paciente apresente novo episódio de crise convulsiva, está indicada a administração de fenitoína, por se tratar de segunda crise epiléptica, sendo o diazepam indicado apenas na primeira crise.
  • C. Certo
  • E. Errado