Medicina Especialidade Neurologia

Um hospital de baixa complexidade encaminha um jovem de 24 anos de idade em razão de politraumatismo. Após três horas de viagem, o paciente chega à emergência estável hemodinamicamente, em imobilização padrão do ATLS, colar cervical, via aérea definitiva, recebendo continuamente em bomba de infusão midazolam e fentanil a 10 mL/h. Ao exame físico, não apresenta resposta motora ou abertura ocular aos estímulos, pupilas puntiformes, movimentos mastigatórios presentes, FR: 18 ipm, FC: 88 bpm e SaO2: 99% em ventilação mecânica. Realizou tomografia craniana sem contraste, que evidenciou: hematoma subdural agudo fronto-temporo-parieto-occipital direito de espessura aproximada de 6 mm e desvio da linha média (aproximadamente 7 mm) e hemorragia subaracnóidea traumática difusa.

Com base nesse caso clínico e nos conhecimentos médicos correlatos, julgue os itens a seguir.

O estado neurológico desse paciente deve ser avaliado por meio da escala de coma de Glasgow modificada.
  • C. Certo
  • E. Errado