Medicina Especialidade Psiquiatria

Texto para as questões 78 e 79

Um adolescente, com dezesseis anos de idade, relatou que sempre fora tímido, tristonho, quieto e de poucos amigos e que se sentia com pouca energia e com excesso de sono. Havia cerca de dois meses, sem motivo aparente, passou a ficar mais agitado e impaciente, sentindo-se mais disposto, acelerado e sem sono. O menino acordava de madrugada e ouvia músicas em alto volume. Essas mudanças foram acompanhadas de redução significativa do rendimento escolar. Os pais foram chamados à escola porque, na última semana, ele esteve extremamente inquieto: não ficava sentado em sala de aula, conversava muito, desrespeitava os professores, irritava-se facilmente, agredia fisicamente colega. No dia anterior, havia assediado uma colega e foi pego masturbando-se em sala de aula. Em face desse comportamente, foi submetido à avaliação clínica e laboratorial e a exame toxicológico de sangue, que não detectaram anormalidades.

Assinale a opção que apresenta abordagem terapêutica mais adequada para esse quadro clínico.

  • A.

    topiramato

  • B.

    terapia cognitivo- comportamental

  • C.

    carbonato de lítio

  • D.

    haloperidol

  • E.

    metilfenidato