Medicina Especialidade Psiquiatria

Paciente, grávida, 34 anos de idade, na 14a semana de gestação, procura um psiquiatra com a queixa principal de tristeza, desânimo e choro fácil, que existe, nas palavras dela, desde que consegue lembrar. A paciente afirma que nunca se sentiu bem. Relata não dormir bem, mas ter um nível de energia razoável para fazer as atividades diárias. Nos últimos anos, o respectivo apetite vem sofrendo oscilações, porém não perdeu peso. Sente-se constantemente desatenta e tem dificuldade em tomar decisões no trabalho como operadora de caixa de supermercado. Percebe que está com a autoestima baixa, embora negue pensamentos de suicídio. Informa que foi hospitalizada há cinco anos por depressão maior e tratada, com sucesso, com um antidepressivo, mas não lembra qual. Relata que se sente deprimida há pelo menos 10 anos, e que o sentimento é constante e estável. Nega sintomas maníacos, psicóticos e abuso de drogas ou álcool. Não apresenta problemas clínicos.

Considerando o caso clínico, julgue os itens a seguir.

Os anticonvulsivantes apresentam um risco teratogênico muito maior, comparados ao lítio, sendo o ácido valpróico considerado o anticonvulsivante com maior probabilidade teratogênica, e o respectivo uso deve ser evitado durante a gestação.
  • C. Certo
  • E. Errado