Medicina Especialidade Psiquiatria

Paciente, 34 anos de idade, é hospitalizada na unidade psiquiátrica devido à ideação suicida. Exigente, inicia o primeiro contato com o psiquiatra relatando que está desesperada e aborrecida. Relata uma história de mais de cinco anos de rápidas crises episódicas de ansiedade e de depressão, além de várias tentativas suicidas e comportamento impulsivo, nunca se fixando em um emprego, e, também, promiscuidade sexual. Pergunta ao médico se poderia ser lésbica, embora a maior parte das respectivas experiências sexuais tenha sido com homens. Após alguns dias internada, ela reclama para o psiquiatra que todas as enfermeiras no andar não sabem o que estão fazendo e que são mal-educadas. Mais tarde, diz à enfermeira responsável que ela é a melhor em todo o andar e que gostaria que o psiquiatra se importasse com o bem-estar dela tanto quanto a enfermeira.

Considerando o caso clínico apresentado, julgue os itens a seguir.

Os indivíduos com esse transtorno geralmente exigem admiração excessiva e sua autoestima é quase invariavelmente muito frágil.
  • C. Certo
  • E. Errado