Medicina Especialidade Psiquiatria

O diagnóstico do transtorno esquizoafetivo representa um desafio na prática clínica devido à sua relação com os transtornos psicóticos e de humor. De acordo com a CID 10, a característica principal do transtorno esquizoafetivo é o(a)
  • A. ocorrência de período ininterrupto de doença durante o qual o indivíduo continua a exibir sintomas ativos ou residuais da doença psicótica.
  • B. existência de episódios esquizoafetivos em que sejam preenchidos simultaneamente os critérios para esquizofrenia e episódio depressivo maior ou episódio maníaco.
  • C. existência de episódios esquizoafetivos em que sejam preenchidos simultaneamente os critérios para esquizofrenia e episódio depressivo maior ou episódio maníaco.
  • D. preservação da afetividade em paciente com sintomas de psicose que preencham os critérios para esquizofrenia.
  • E. aprofundamento gradual de sintomas negativos — como afeto embotado, alogia e avolição —, precedidos de sintomas psicóticos positivos.