Medicina Especialidade Psiquiatria

Jovem de 21 anos - expulso das forças armadas por dar um tiro no ombro de um superior hierárquico, quando estava em vigília noturna em quartel - entra com processo judicial pedindo reincorporação à instituição e subsequente encaminhamento à reserva, alegando esquizofrenia. No mesmo caso, sobre o tiro que foi dado pelo jovem no seu superior hierárquico, assinale a alternativa CORRETA.
  • A. O perito não deve mencionar o evento, já que não é de interesse do juízo.
  • B. Não há necessidade de se avaliar o entendimento do jovem sobre a ilicitude do ato.
  • C. O perito deve avaliar a presença de diagnóstico psiquiátrico que possa ter nexo causal com o tiro dado pelo jovem em seu superior hierárquico.
  • D. Não há necessidade de se avaliar a auto-determinação do jovem sobre o ato.
  • E. A capacidade laboral do jovem não é motivo de avaliação nesse ato pericial.