Medicina Especialidade Medicina Nuclear Radiologia

          Segundo dados estatísticos disponibilizados pelo Ministério da Saúde/SVS por meio do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), no DF, as causas externas perfazem 72,87% dos óbitos de indivíduos entre 20 e 29 anos de idade (dados relativos a 2003). Portanto, é imprescindível que o radiologista esteja familiarizado com os achados de imagem dos traumas toracoabdominal e craniencefálico, dada a sua elevada incidência.

Tendo o texto acima como referência inicial, julgue os itens a seguir.

Pneumatose intestinal, gás livre intra ou retroperitoneal, líquido loculado entre as alças intestinais e extravasamento de contraste ativo são sinais de gravidade do trauma abdominal e, geralmente, sugerem tratamento operatório.

  • C. Certo
  • E. Errado