Medicina Especialidade Medicina Nuclear Radioterapia

Paciente do sexo feminino, 60 anos de idade, com história de câncer de mama T3N1M0, receptores hormonais positivos, foi tratada há dois anos com mastectomia total e esvaziamento axilar, seguidos de quimioterapia adjuvante e irradiação, 50 Gy em 25 frações sobre plastrão, fossa supraclavicular, axila e cadeia mamária interna. Vem em uso de tamoxifeno, 20 mg, diariamente. Queixa-se de dor lombar iniciada há um mês, além de certa indisposição ao alimentar-se. Exames de imagem confirmam o diagnóstico de lesão metastática óssea em coluna lombar (L2 a L4), sem compressão medular, fratura ou massa tumoral na região, além de outros pontos de doença espalhados pelo esqueleto e nódulos hepáticos sugestivos de implantes secundários. KPS 100%. Tramadol na dose de 50 mg de 8/8 horas não implicou melhora.

Julgue os itens a seguir, considerando esse caso clínico.

Por ocasião do diagnóstico inicial há dois anos, havia embasamento científico para a terapêutica de radioterapia implementada, envolvendo o tratamento do plastrão, fossa supraclavicular, axila e cadeia mamária interna.
  • C. Certo
  • E. Errado