Medicina Especialidade Regulador

Considere que um paciente tenha apresentado infecção aguda pelo HIV seis meses após a aquisição do vírus. Assinale a opção correta acerca das orientações que devem ser dadas pelo médico regulador.

  • A.

    A decisão de iniciar a terapia antirretroviral na infecção aguda carece de fundamentação e não deve ser recomendada, uma vez que a dificuldade de identificação de indivíduos com infecção precoce não permite que se realizem estudos conclusivos sobre o impacto e benefícios do tratamento precoce.

  • B.

    A infecção aguda pelo HIV está associada a altos níveis de RNA do HIV, com risco aumentado de transmissão viral. Estima-se que cinquenta por cento das novas infecções pelo HIV sejam transmitidas a partir de indivíduos agudamente infectados.

  • C.

    A presença e a severidade dos sintomas durante a infecção inicial pelo HIV não têm correlação com a progressão da doença.

  • D.

    A terapia antirretroviral funciona de modo diferente na infecção aguda, em comparação à infecção crónica. No primeiro caso, essa terapia não é tão eficaz na supressão de níveis séricos de RNA viral.

  • E.

    Trabalhos recentes têm demonstrado algum benefício com o tratamento da infecção aguda por HIV. Esse tratamento deve ser mantido até que a carga viral seja indetectável e os níveis de Cd4 retornem ao normal.