Paciente do sexo feminino, com 32 anos de idade, relata história de 8 meses de fraqueza progressiva e astenia, além de uma semana de febre, náuseas e vômitos. Deu entrada no pronto-socorro com queda do estado geral, febril, emagrecida e com hiperpigmentação de pele e mucosas. P = 98 bat/min (supina), PA = 100 X 60 mmHg, PA = 80 X 40 mmHg (ortos­ tática), P = 110 t/min (ortostática), índice de massa corpórea (IMC) = 17 kg/m2.

A avaliação laboratorial demonstrou: hemograma com leuco­ citose e linfopenia, glicemia = 55 mg/dL. NA= 117 mEq/L, K = 7,2 mEq/L, U = 106 mg/dL, Cr = 2,9 mg/dL, Cálcio iôni­ co = 5,5 mg/7,2. Com relação a esse caso, pode-se afirmar que

  • A.

    desidratação e os distúrbios hidroeletrolíticos são decor- rentes dos vômitos

  • B.

    a presença de febre com neutrofilia exclui o diagnóstico de insuficiência adrenal aguda.

  • C.

    a presença de hipercalemia e de creatinina elevada sugerem diagnóstico de insuficiência renal aguda.

  • D.

    a administração endovenosa de soro fisiológico e de hidrocortisona está indicada.

  • E.

    a presença de cortisol sérico diminuído, independentemente do nível de ACTH confirma o diagnóstico de insuficiência renal primária.