Tercigesta, com 14 semanas, descreve mau-passado obs­ tétrico, caracterizado por perdas gestacionais no início da segunda metade das suas duas gravidezes anteriores. Na primeira, com aproximadamente 24 semanas, foi atendida no PS da maternidade, já com dilatação total, e evoluiu rá­ pida e praticamente sem dor para parto vaginal de feto ainda com vida. Em sua segunda gestação, com aproximadamente 21 semanas, também houve eliminação do produto conceptual vivo, com quadro clínico semelhante, de parto vaginal rápido com pouca dor. Atualmente, ao exame físico, mostrava-se em bom estado geral, com PA: 130/80, P: 76, altura uterina: 13cm, dinâmica uterina ausente, BCF: 156, discreto edema de MMII. Pelo quadro descrito, qual a conduta mais apropriada a ser tomada pelo obstetra, nesta terceira gestação?

  • A.

    Pesquisar critérios clínicos e laboratoriais para diagnós­ tico de Síndrome Antifosfolípide

  • B.

    Indicar circlagem preventiva.

  • C.

    Pesquisar proteinúria nas 24 horas e indicar uso de alfametil-dopa.

  • D.

    Acompanhar evolção do comprimento do colo uterino através de estudo ultrassonográfico.

  • E.

    Orientar repouso e prescrever uterolíticos.