Em relação aos pacientes que mentem durante a entrevista e o papel do psiquiatra nesses casos, podemos afirmar que:

  • A.

    deverá ser capaz de identificar esta atitude.

  • B.

    caso esteja determinado a nunca ser enganado, poderá impossibilitar o trabalho terapêutico.

  • C.

    deverá ser capaz de empregar exames complementares para confirmar esta conduta.

  • D.

    é indesejável que mantenha algum grau de suspeição à entrevista.

  • E.

    acreditar nas mentiras contadas o leva ao fracasso profissional.