Em relação à Claudicação Intermitente, pode-se dizer que

  • A.

    deriva do nome do imperador romano Claudius, que sofria dessa afecção.

  • B.

    representa grande risco expectante de amputação na vigência de tratamento clínico adequado.

  • C.

    a distância de marcha pode ser ampliada com a atividade física regular supervisionada.

  • D.

    geralmente necessita de arteriografia para o seu tratamento.

  • E.

    justifica inicialmente operação para revascularização infrainguinal.