Questão de concurso
1
Q992347
Medicina Psiquiatria
Atalhos
Compartilhar
Ano: 2018
Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB - CESPE CEBRASPE
Prova: CESPE CEBRASPE - IFF RJ - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense - Médico - Área: Psiquiatria

Um homem de trinta e quatro anos de idade, escriturário, buscou atendimento no serviço médico psiquiátrico na instituição onde trabalha. Queixa principal: “Tudo começou em 14 de novembro, quando comecei a ver um homem vestido de preto me acompanhando o tempo todo”. No curso da entrevista, afirmou categoricamente que não conseguia trabalhar porque estava com bloqueio na memória desde o início do mês de novembro. Durante a consulta, mediante interesse manifesto pelo médico, descreveu em detalhes a aparência do homem que somente ele via e o comportamento ameaçador desse homem para com ele diariamente. Comentou que quase todos os dias as pessoas o observavam com estranheza, pois ele pedia continuamente para esse homem se afastar. Disse que, no trabalho, esse fenômeno alucinatório ficava mais intenso e enfatizava o medo que sentia, chegando todo o seu corpo a tremer. Durante a consulta, à medida que foi falando sobre o fenômeno, chegou a cair lentamente ao chão e manifestou uma situação que pareceu uma convulsão de duração de cerca de 10 min, com remissão espontânea. Não apresentou ferimentos depois de cessado o evento e não teve liberação esfincteriana. O exame neurológico realizado após o evento apresentou resultado normal, apesar da pouca colaboração do paciente. Depois de acalmado, sentou-se novamente e seguiu a entrevista. Pediu que lhe fosse conferido afastamento do trabalho. Sua ficha funcional revelou que tem tido problemas frequentes com o chefe e esteve sob consideração para demissão.

Considerando o caso clínico apresentado, assinale a opção correta.

A
A hipótese diagnóstica mais provável é transtorno factício.
B
Considerando que a intenção é de ganho secundário, deve-se considerar simulação como principal hipótese.
C
O diagnóstico a ser considerado é transtorno conversivo, uma vez que a manifestação neurológica é o marcador desse diagnóstico.
D
O diagnóstico mais provável é delirium, pois as alucinações visuais são indicadores fortes de causa orgânica para alterações do comportamento e da sensopercepção.
E
O diagnóstico provável é de transtorno esquizoafetivo, pois o paciente manifesta angústia com a experiência psicótica, o que no esquizofrênico manifesta-se com embotamento afetivo.