Julgue os itens a seguir, relativos à metodologia em musicoterapia, sob o ponto de vista comparativo dos raciocínios desenvolvidos por K. Bruscia e Lia Rejane Barcellos.

I Improvisar, recriar, compor e ouvir música são considerados métodos de musicoterapia tanto para Bruscia quanto para Barcellos.

II Para Bruscia, um método é um tipo particular de experiência musical utilizada para avaliação diagnóstica, tratamento e(ou) avaliação.

III A metodologia da musicoterapia conta com diferentes conceitos para método, os quais tanto podem estar associados à aplicação de conjunto de regras, quanto podem referir-se ao tipo particular de experiência musical utilizada para diagnóstico, tratamento e(ou) avaliação em musicoterapia.

IV Bruscia e Barcellos comungam da mesma noção de modelo, aplicando-lhe os conhecimentos de psicoterapia sugeridos por Fiorini na prática clínica da musicoterapia e enriquecendo-a com situações específicas da prática musicoterapêutica.

V A utilização da metáfora das redes no campo das ciências humanas e sociais, no qual se inclui a musicoterapia, serve para a análise e a compreensão de processos ou fenômenos constituídos por interações complexas.

Estão certos apenas os itens

  • A. I, II e V.
  • B. I, III e IV.
  • C. I, IV e V.
  • D. II, III e IV.
  • E. II, III e V.