• A.

    a cidade do Rio de Janeiro, uma das principais usinas musicais, teve um papel central na construção e ampliação da tradição da música brasileira. Forjou, ao longo dos séculos XIX e XX, boa parte das formas musicais urbanas no país.

  • B.

    até os anos 50 do século XX, Salvador foi o ponto de encontro de materiais e estilos musicais diversos, além de sediar boa parte das agências econômicas responsáveis pela formatação e distribuição do produto musical brasileiro (casas de edição, gravadoras e empresas de radiofonia).

  • C.

    a música urbana no Brasil teve a sua gênese em fins do século XVIII e início do século XIX, capitaneada por duas formas musicais básicas: a modinha, de origem italiana e o lundu (ou lundum), de origem francesa. Seus principais representantes foram Emilinha Borba e Nara Leão.

  • D.

    na segunda metade do século XIX surgiu o choro ou chorinho: magnífico ritmo brasileiro que teve suas origens no samba e na música religiosa. Este estilo exige do instrumentista um grande virtuosismo musical.