“A cultura brasileira e, logicamente, a rica música que se faz e consome no país estruturamse a partir de duas básicas matrizes africanas, provenientes das civilizações conguesa e iorubana. A primeira sustenta a espinha dorsal dessa música, que tem no samba sua face mais exposta. A segunda molda, principalmente, a música religiosa afro-brasileira e os estilos dela decorrentes. Entretanto, embora de africanidade tão expressiva, a música popular brasileira, hoje, ao contrário da afro-cubana, por exemplo, distancia-se cada vez mais dessas matrizes. E caminha para uma globalização tristemente enfraquecedora”. O trecho do texto “A presença africana na música popular brasileira”, do cantor, compositor e pesquisador Nei Lopes, indica a raiz africana como a estrutura principal da música brasileira. De fato, muitas são as manifestações musicais de raízes africanas distribuídas em todo o território nacional, o que eleva o Brasil a país de diversidade cultural sem igual no restante do mundo. Sobre essas manifestações, leia os enunciados abaixo:

 I) “[...] é a grande alucinação do carnaval pernambucano. Trata-se de uma marcha de ritmo sincopado, obsedante, violento e frenético, que é a sua característica principal. E a multidão ondulando, nos meneios da dança, fica a ferver” (Câmara Cascudo).

II) Dança e canto de origem africana, introduzida no Brasil provavelmente por negros escravizados provenientes de Angola. A dança era descrita como indecente e lasciva pelos documentos oficiais, que proibiam sua apresentação nas ruas e nos teatros. Sua forma canção foi a primeira manifestação da música negra aceita pela sociedade colonial brasileira.

III) Introduzido no Brasil no período colonial pelos negros escravizados por meio do batuque e influenciado por elementos da cultura brasileira, esse gênero nasceu no recôncavo baiano, mas se afirmou no Rio de Janeiro, onde tornou-se um dos principais elementos da identidade cultural brasileira. Ocorre em vários estados brasileiros, apresentando características próprias conforme a região.

IV) Manifestações relacionadas aos cortejos dos Reis de Congo, inicialmente com forte componente religioso devido à ligação com as irmandades negras do Rosário. Com a perda da tradição religiosa, o gênero foi convergido para o carnaval, conservando elementos próprios. No final do séc. XX, o ritmo foi incorporado a outros gêneros musicais (rock, hip-hop, música eletrônica), dando origem a um forte movimento cultural, o Manguebit.

V) Manifestação cultural marcada pela música, cantos e danças, de forte componente religioso católico, cujo padroeiro é São Benedito e Nossa Senhora do Rosário, a grande homenageada. É realizada em regiões do interior de vários estados brasileiros, principalmente Minas Gerais, Paraíba, São Paulo, Pernambuco e Ceará.

Escolha a alternativa que contenha a CORRETA associação entre os enunciados e o gênero musical ao qual se refere.

  • A. I – samba; II – frevo; III – maracatu; IV – congada; V – lundu.
  • B. I – frevo; II – congada; III – maracatu; IV – lundu; V – samba.
  • C. I – congada; II – frevo; III – samba; IV – lundu; V – maracatu.
  • D. I – frevo; II – lundu; III – samba; IV – maracatu; V – congada.
  • E. I – maracatu; II – samba; III – frevo; IV – congada; V – lundu.