Existem diversas opiniões sobre a música veiculada pela mídia. Há educadores que consideram fundamental a utilização deste repertório em seus programas de ensino, e há outros que compreendem que esta música já está suficientemente veiculada para ser também utilizada no espaço escolar, preferindo a adoção de outros repertórios. Do ponto de vista de uma educação musical abrangente e inclusiva, qual seria a postura do educador musical com relação ao repertório oferecido pela mídia?

  • A.

    Todo o repertório, incluindo aquele oferecido pela mídia, é válido e possível de ser utilizado como componente curricular numa perspectiva abrangente e inclusiva, desde que o educador musical propicie um ambiente onde se compreenda que a música de tradição clássica tem mais qualidade e é mais adequada para a escola.

  • B.

    Todo o repertório, incluindo aquele oferecido pela mídia, é válido e possível de ser utilizado como componente curricular numa perspectiva progressista, desde que o educador musical propicie um ambiente onde se compreenda que a música oferecida pela mídia é a mais atualizada, e, portanto, a mais adequada para ser aplicada para adolescentes e jovens na escola.

  • C.

    Todo o repertório, exceto aquele veiculado pela mídia, é válido e possível de ser utilizado como componente curricular numa perspectiva abrangente e inclusiva, desde que o educador musical propicie um ambiente onde se construa uma postura crítica com relação à produção musical oferecida pela mídia, que é sempre de baixa qualidade.

  • D.

    Todo o repertório, incluindo aquele oferecido pela mídia, é válido e possível de ser utilizado como componente curricular numa perspectiva abrangente e inclusiva, desde que o educador musical propicie um ambiente onde se construa uma postura crítica com relação à produção musical, seja ela de qualquer natureza.