Questões de Concurso de Psicologia Jurídica/Forense - Psicologia

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão de Concurso - 1052310

Concurso DPE RJ Técnico Superior Especializado - Área Psicologia 2019

Questão 47

Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível Superior

A prática da Justiça Restaurativa tem se expandido pelo país e vem sendo utilizada na área criminal, sobretudo em crimes de menor potencial ofensivo. São objetivos da Justiça Restaurativa na área criminal, EXCETO:
  • A. trabalhar em prol da reparação dos danos decorrentes do crime;
  • B. restaurar as relações sociais afetadas pelo crime;
  • C. difundir a cultura da paz e da não violência nas comunidades afetadas pelo crime;
  • D. dar condição de sustentabilidade para os acordos celebrados no âmbito do direito penal;
  • E. desresponsabilizar o infrator através da humanização da atuação da Justiça.

Questão de Concurso - 1052332

Concurso DPE RJ Técnico Superior Especializado - Área Psicologia 2019

Questão 69

Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível Superior

Com relação à Justiça Restaurativa, analise as afirmativas a seguir.

I. É uma técnica de solução de conflitos que prima pela criatividade e sensibilidade na escuta das vítimas e dos ofensores.

II. O mediador determina a melhor solução do litígio a partir de prévia escuta das partes envolvidas.

III. Não pode ser aplicada em crimes mais graves.

Está correto o que se afirma em:

  • A. somente I;
  • B. somente II;
  • C. somente I e II;
  • D. somente II e III;
  • E. I, II e III.

Questão de Concurso - 1008501

Concurso DPF Perito Criminal - Área Medicina 2021

Questão 89

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Julgue os itens subsequentes, relativos à psicopatologia forense. No Código Penal brasileiro, a expressão desenvolvimento mental retardado se refere à psicose, à epilepsia e à demência.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1125237

Concurso TJ AM Analista Judiciário - Área Psicologia 2019

Questão 66

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Levando-se em consideração o caso clínico 10A2-I, o conceito e as temáticas da psicologia jurídica, bem como a atuação do psicólogo, julgue os itens seguintes.

A violência, no caso narrado, constitui um fenômeno polissêmico e multideterminado que deve ser entendido como produto de um sistema complexo, que envolve o contexto social e cultural, os valores e as representações.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1125239

Concurso TJ AM Analista Judiciário - Área Psicologia 2019

Questão 68

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Levando-se em consideração o caso clínico 10A2-I, o conceito e as temáticas da psicologia jurídica, bem como a atuação do psicólogo, julgue os itens seguintes.

Atrasos no desenvolvimento, sem explicação orgânica, assim como ausência à escola constituem sinais de alerta para contextos de violência que poderão ser apresentados por Maria, devendo ser investigados pelo profissional responsável pelo caso.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1125240

Concurso TJ AM Analista Judiciário - Área Psicologia 2019

Questão 69

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Levando-se em consideração o caso clínico 10A2-I, o conceito e as temáticas da psicologia jurídica, bem como a atuação do psicólogo, julgue os itens seguintes.

Maria apresenta indícios de danos físico e psíquico decorrentes da violência que ela sofreu.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1125258

Concurso TJ AM Analista Judiciário - Área Psicologia 2019

Questão 72

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Levando-se em consideração o caso clínico 10A2-I, o conceito e as temáticas da psicologia jurídica, bem como a atuação do psicólogo, julgue os itens seguintes.

É recomendado, no caso em questão, que mãe e filha sejam acompanhadas por meio de ação profissional especializada, haja vista o comprometimento psicológico e os impactos decorrentes da violência em suas vidas.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1125259

Concurso TJ AM Analista Judiciário - Área Psicologia 2019

Questão 73

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Levando-se em consideração o caso clínico 10A2-I, o conceito e as temáticas da psicologia jurídica, bem como a atuação do psicólogo, julgue os itens seguintes.

Com base em estudos realizados na área, há possibilidade de que o desenvolvimento individual saudável e o processo de maturidade emocional de Maria sofram impactos negativos decorrentes da violência sofrida, ao se considerar que a vida social é uma extensão das funções da família.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1125299

Concurso TJ AM Analista Judiciário - Área Psicologia 2019

Questão 76

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Caso clínico 10A2-I

Francisca, de quarenta e um anos de idade, servidora pública, apresentou, há um ano, diagnóstico de depressão, quando descobriu que sua filha, Maria, havia sido abusada sexualmente pelo pai, marido de Francisca à época. A menina, atualmente com cinco anos de idade, permaneceu um ano sem acompanhamento psicológico, embora tenha sido encaminhada pela instância policial aos serviços especializados de apoio, no momento dos fatos. A mãe decidiu, então, procurar serviço interno de psicologia, orientada por uma colega de setor, onde fez o seguinte relato: “Estou perdida e não sei o que fazer. Minha filha me pede para brincar com ela de coisas estranhas, sempre mencionando que era assim que o pai brincava com ela. Na escola, apresenta choro fácil, retraimento e baixa autoestima. Não quer ficar sozinha com ninguém, em lugar nenhum. Só fica comigo. Não tenho conseguido nem levá-la à escola. Ela não fica. Tem feito xixi na cama todas as noites. Não sei mais o que fazer. Às vezes, penso que queria desligar um botão, dormir e nunca mais acordar. Quando esses pensamentos ‘agoniam’ muito minha cabeça, tomo uns remedinhos, mas acordo com peso na consciência por ter deixado minha filha sozinha. Se um dia eu for desta para uma melhor, eu a levo comigo. O pai dela saiu de casa no dia em que descobri tudo. Ele negou, mas não tive dúvida. Havia alguma coisa estranha. Minha filha vivia com assaduras. Um dia, ao lhe dar banho, ela me perguntou se eu gostaria que ela pegasse nas minhas partes como o ‘papai pedia para ela’. Fui direto para a delegacia”.

A criança mora com a mãe — sem contato com o pai, por determinação judicial —, sob medida protetiva e apoio do programa de proteção à vítima.


Ainda tendo como referência a situação descrita no caso clínico 10A2-I, assim como o conceito, as temáticas, os aspectos éticos e interdisciplinares da psicologia jurídica e o Código de Ética do profissional psicólogo, julgue os próximos itens.

No caso descrito, o atendimento psicossocial ou psicoterápico a Maria deverá ser realizado individualmente, devido à complexidade e ao teor do contexto por ela vivenciado.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão de Concurso - 1125302

Concurso TJ AM Analista Judiciário - Área Psicologia 2019

Questão 79

Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE/CEBRASPE)

Nível Superior

Caso clínico 10A2-I

Francisca, de quarenta e um anos de idade, servidora pública, apresentou, há um ano, diagnóstico de depressão, quando descobriu que sua filha, Maria, havia sido abusada sexualmente pelo pai, marido de Francisca à época. A menina, atualmente com cinco anos de idade, permaneceu um ano sem acompanhamento psicológico, embora tenha sido encaminhada pela instância policial aos serviços especializados de apoio, no momento dos fatos. A mãe decidiu, então, procurar serviço interno de psicologia, orientada por uma colega de setor, onde fez o seguinte relato: “Estou perdida e não sei o que fazer. Minha filha me pede para brincar com ela de coisas estranhas, sempre mencionando que era assim que o pai brincava com ela. Na escola, apresenta choro fácil, retraimento e baixa autoestima. Não quer ficar sozinha com ninguém, em lugar nenhum. Só fica comigo. Não tenho conseguido nem levá-la à escola. Ela não fica. Tem feito xixi na cama todas as noites. Não sei mais o que fazer. Às vezes, penso que queria desligar um botão, dormir e nunca mais acordar. Quando esses pensamentos ‘agoniam’ muito minha cabeça, tomo uns remedinhos, mas acordo com peso na consciência por ter deixado minha filha sozinha. Se um dia eu for desta para uma melhor, eu a levo comigo. O pai dela saiu de casa no dia em que descobri tudo. Ele negou, mas não tive dúvida. Havia alguma coisa estranha. Minha filha vivia com assaduras. Um dia, ao lhe dar banho, ela me perguntou se eu gostaria que ela pegasse nas minhas partes como o ‘papai pedia para ela’. Fui direto para a delegacia”.

A criança mora com a mãe — sem contato com o pai, por determinação judicial —, sob medida protetiva e apoio do programa de proteção à vítima.


Ainda tendo como referência a situação descrita no caso clínico 10A2-I, assim como o conceito, as temáticas, os aspectos éticos e interdisciplinares da psicologia jurídica e o Código de Ética do profissional psicólogo, julgue os próximos itens.

Sendo o caso de Maria levado à justiça, o psicólogo que atua como perito deverá produzir, ao final da avaliação psicológica, um laudo pormenorizado, com descrição de todas as informações colhidas ao longo do atendimento.

  • C. Certo
  • E. Errado