Questão 1141382 - Elementos Químicos, Substâncias e propriedades químicas, Tabela Periódica

Concurso: Secretaria de Estado de Educação de Goiás - GO (SEDUCE/GO) 2018

Cargo: Professor - Área: Química

Banca: Instituto Quadrix (Quadrix )

Nível: Superior

Química Elementos Químicos, Substâncias e propriedades químicas, Tabela Periódica

Texto para as questões de 61 a 63.

A exploração, em sala de aula, do tema sabões e detergentes permite diferentes enfoques e técnicas de ensino, que promovem o pensamento crítico dos alunos por se tratar de um tema organizador relacionado a seu cotidiano. Tal proposta valoriza o aluno como indivíduo pensante, promovendo o papel do professor a mediador e orientador do processo educacional. Isso valoriza o papel desempenhado pela escola e contribui com o processo de aprendizagem da química, favorecendo, encorajando e sustentando a autoconstrução e o desenvolvimento do conhecimento por parte dos alunos. Nesse contexto, a equação genérica seguinte descreve o processo de saponificação, em que R corresponde a cadeias iguais ou diferentes, contendo entre 12 e 18 átomos de carbono.


Assinale a alternativa que apresenta as principais características químicas dos sabões.

  • A.

    Sabões são compostos aniônicos derivados dos ácidos sulfônicos que contêm predominância de alquilbenzeno sulfonato de sódio.

  • B. Sabões são sais orgânicos que possuem uma porção polar solúvel em gordura (lipofílica) e uma cadeia apolar apta a dissolver-se em água (hidrofílica).
  • C.

    Sabões são compostos derivados de ácidos carboxílicos de cadeia longa, com propriedades anfipróticas, que apresentam habilidade de doar e receber prótons no processo de limpeza.

  • D.

    Sabões são produzidos a partir de derivados de petróleo (hidrocarbonetos de cadeia longa), por meio da reação de sulfonação e neutralização do hidrocarboneto, gerando o agente tensoativo.

  • E.

    Sabões são os sais de ácidos carboxílicos de cadeia longa, com propriedades anfifílicas, em que os ânions têm um grupo carboxilato polar (—CO2-) ao final de uma cadeia de hidrocarboneto apolar.