Sociologia (Ciências Sociais) Teorias sociológicas e Autores

Tentativas de ultrapassar dualismos do tipo "holismo/ individualismo" caracterizaram obras como as de Anthony Giddens e Pierre Bourdieu. No mesmo sentido, as abordagens chamadas "neo-estruturais" têm enfatizado a importância de se estudarem as "redes" de relações. Um dos principais sociólogos dessa abordagem, Mark Granovetter, concluiu, por exemplo, que quanto aos destinos profissionais, ligações ou vínculos "fracos" são mais eficazes que os vínculos "fortes" e as cadeias relacionais "curtas" (Getting a Job, 1974). Do mesmo modo, Ronald Burt (1992) sustenta que uma rede é mais rica quando possui mais:
  • A.

    buracos estruturais;

  • B.

    contatos interpessoais;

  • C.

    vínculos superficiais de segunda classe;

  • D.

    complexidade de primeira ordem;

  • E.

    articulação sociométrica do tipo "Moreno-Young Chwe".