Segundo Schell (1998), “quando o Terapeuta Ocupacional toma decisões e planeja a avaliação e o tratamento, ele emprega simultaneamente pelo menos quatro linhas de raciocínio clínico”, exceto o raciocínio
  • A. científico.
  • B. psicológico.
  • C. narrativo.
  • D. pragmático.
  • E. ético.