Segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), cerca de 2% dos veículos pesados que transitam pelas rodovias federais transportam mercadorias consideradas perigosas. Uma parte significativa da carga movimentada no país é proveniente dos setores químicos, petroquímicos e de refino de petróleo. O transporte desses materiais representa cerca de 90% do total do transporte rodoviário de cargas perigosas, sendo que os "líquidos inflamáveis" são responsáveis por 48% do tráfego rodoviário de produtos perigosos. Acerca desse assunto, julgue os itens a seguir.

O expedidor ou fabricante sabe que um produto ou artigo é considerado perigoso para o transporte quando este se enquadra em uma das nove classes de produtos perigosos estabelecidas pelo Ministério dos Transportes. Assim, quando o produto não estiver nominado, o expedidor ou o fabricante deve considerá-lo não-perigoso.

  • C. Certo
  • E. Errado