Pedagogia Currículo (Teoria e Prática)

É importante ressaltar que a Educação Infantil tem uma função pedagógica, um trabalho que toma a realidade e os conhecimentos infantis como ponto de partida e os amplia através de atividades que têm significado concreto para a vida das crianças e, simultaneamente, asseguram a aquisição de novos conhecimentos. Diante disso, é importante que o educador, na Educação Infantil, preocupe-se com a organização e aplicação das atividades contribuindo assim para o desenvolvimento da criança.

Em relação a esse assunto, de acordo com o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, cabe ao Professor

  • A.

    deixar livres as situações de aprendizagem oferecidas às crianças, sem considerar suas capacidades afetivas, emocionais, sociais, cognitivas, assim como os conhecimentos que possuem dos mais diferentes assuntos e suas origens socioculturais diversas. Isso significa que o Professor deve oferecer uma gama variada de experiências que responda igual a todas as crianças.

  • B.

    individualizar as situações de aprendizagem oferecidas às crianças, considerando suas capacidades afetivas, emocionais, sociais, cognitivas assim como os conhecimentos que possuem dos mais diferentes assuntos e suas origens socioculturais diversas. Isso significa que o professor deve planejar e oferecer uma gama variada de experiências que responda, simultaneamente, às demandas do grupo e às individualidades de cada criança.

  • C.

    deixar que os alunos estudem o mesmo conteúdo e tenham as mesmas experiências. Isso significa que o Professor deve planejar e oferecer atividades que respondam aos apelos dos pais, que querem muita lição, pois, para eles, lição é sinônimo de conhecimento.

  • D.

    fazer atividades padronizadas e com muito exercício escrito. As situações de aprendizagem oferecidas às crianças devem considerar que o que os pais desejam é o que importa. Isso significa que o Professor deve planejar e oferecer uma gama variada de experiências que responda às demandas do grupo sem ficar se prendendo à individualidade de cada criança.