Pedagogia Educação Infantil Referencial Curricular para a Educação Infantil

“Não há como ignorar, segundo Kramer (2006, p.23), que as relações que cercam a criança fazem parte do caráter social e econômico, pois [...] a relação primeira existente entre o adulto e a criança é econômica”. A criança depende economicamente do adulto e a [...] significação econômica da infância fundamenta o valor atribuído à criança nos vários domínios da realidade social. O que comprova esta afirmação é que [...] as aspirações educacionais aumentam à proporção em que se acredita que a escolaridade poderá representar maiores ganhos [...] A Educação Infantil ainda sofre com a precarização de políticas municipais: atendem a um número excessivo de crianças em relação aos espaços disponibilizados, os materiais utilizados são inadequados às atividades infantis, além da formação do professor, que não permite que atenda plenamente aos requisitos propostos pelos Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil.” Sobre o exposto, analise os itens a seguir. 


I. A Educação Infantil ainda apresenta alguns problemas no que diz respeito aos aspectos políticos e econômicos, pois, mesmo considerado um direito da criança, não está devidamente consolidada como apregoam os documentos e leis que a garantem. 

II. Na infância, a prioridade é compensar as privações culturais das crianças consideradas carentes, estimulando a leitura e atendendo plenamente às suas necessidades básicas, o que já se percebe por meio do atendimento pleno dos espaços e atividades adequadas. 

III. Para Kramer, aspectos políticos e econômicos, na prática, ainda se sobrepõem ao social, pois, apesar de haver uma preocupação em compreender que a criança precisa ser assistida, ainda não se percebe o atendimento de suas especificidades. 


Assinale a alternativa que aponta os itens corretos.

  • A.

    Somente I e II estão corretos.

  • B.

    Somente II e III estão corretos.

  • C.

    Somente I e III estão corretos.

  • D.

    Somente II está correto.

  • E.

    Somente I está correto.