Engenharia Elétrica e Engenharia Eletrônica Transformadores e Máquinas Elétricas

O projetista industrial deve estar atento aos motores a serem especificados, pois uma especificação incorreta pode trazer prejuízos consideráveis: desde um simples aumento do investimento até danos pessoais de grande monta.

Sobre os motores, considere:

I. Os motores são identificados com as letras IP seguidas de dois algarismos que variam de 0 a 6. O primeiro algarismo diz respeito à proteção quanto à penetração de corpos sólidos (0 significa sem proteção e 6 proteção contra penetração de poeira) e o segundo algarismo diz respeito à proteção contra a penetração de água (0 significa sem proteção e 6 imersão temporária). Por exemplo, um motor identificado com o código IP-24 tem proteção contra a entrada de corpos estranhos com dimensão acima 12 mm e respingos d’água em todas as direções.

II. Os motores são projetados para trabalharem regularmente com carga constante por tempo indeterminado, desenvolvendo sua potência nominal, o que é denominado de regime contínuo (S1). Além desse regime, os motores podem ser fabricados para trabalhar em regime de curta duração (S2), quando em determinadas situações trabalham com sobrecarga por um curto espaço de tempo, e também no chamado regime intermitente (S3), caso em que são ligados a intervalos de tempo regulares.

III. Os motores monofásicos de 220 V são fabricados para regiões onde o sistema de tensão é 380/220 V, mas podem ser ligados em sistemas 220/127 V, porém não mais entre fase e neutro e sim entre duas fases.

IV. Os motores trifásicos, tipo rotor em gaiola, quando ligados em 380 V, usam como auxiliar de partida a chave estrela-triângulo.

É correto o que consta APENAS em

  • A.

    I e IV.

  • B.

    II e III.

  • C.

    I e II.

  • D.

    I e III.

  • E.

    II e IV.