Língua Portuguesa Compreensão e Interpretação de Texto Norma Norma culta ou norma padrão

Levando em consideração o texto como um todo e as orientações da prescrição gramatical no que se refere a textos escritos na modalidade padrão da Língua Portuguesa, assinale a alternativa correta.

  • A.

    Nos trechos: “Mas sua figura, abatida pela doença e desgastada pelos embates políticos”, do primeiro parágrafo, e “mas a fabricação e a comercialização de medicamentos no Brasil”, do último, as duas ocorrências da conjunção coordenativa não têm o mesmo valor semântico.

  • B.

    Nos trechos a seguir, os termos destacados “pois foi em função dele que o ministério do Império decidiu nomear”, do quarto parágrafo, cumprem funções distintas das que cumprem em “Foi da Junta Central de Higiene que partiram as primeiras medidas concretas”, do quinto.

  • C.

    No trecho: “Foi da Junta Central de Higiene que partiram as primeiras medidas concretas, visando fiscalizar a propaganda de medicamentos no Brasil”, do último parágrafo, é proibida a utilização de preposição “a” antes da oração subordinada reduzida de infinitivo.

  • D.

    O trecho “Embora trágico, o surto acabaria sendo responsável por uma guinada”, do quarto parágrafo, pode ser reescrito da seguinte maneira, sem que ocorra erro gramatical ou prejuízo semântico: “Além de trágico, o surto acabaria sendo responsável por uma guinada”.

  • E.

    No fragmento final do texto, o verbo “regulamentar” tem três núcleos. Todos são substantivos indicadores de ação em pleno paralelismo, isto é, a semelhança necessária, em texto técnico-científico, entre os núcleos do mesmo termo, em termos semânticos, sintáticos e morfológicos.