Medicina Especialidade Psiquiatria

Texto IV, para responder às questões de 36 a 38.

Uma paciente de 25 anos de idade, solteira, sem filhos e desempregada, apresenta-se ao consultório, queixando-se de solidão e tristeza, na maioria dos dias, há alguns anos, com significativa piora no último mês. Refere que está muito sensível a críticas e que vem chorando por qualquer motivo; relata também forte irritabilidade; aumento de apetite com consequente ganho de peso; sonolência diurna, apesar de dormir bem à noite; desânimo intenso; apatia; falta de energia; fadiga; pensamentos negativistas em relação a si mesma, aos outros e ao futuro; assevera que sempre foi um pouco pessimista, mas não a esse ponto; acrescenta que está completamente indiferente a atividades antes muito apreciadas, como, por exemplo, ir ao cinema; relata que vem evitando contatos sociais, pois está com vergonha de sua situação, “sequer atendo o telefone”. Com relação aos antecedentes familiares, responde que um tio paterno alcoolista suicidou-se, após descobrir que fora traído pela esposa.

Considere que, após a realização de um interrogatório complementar e de exames, nenhuma nova informação foi acrescentada ao caso apresentado no texto. Nessa situação, a opção terapêutica é

  • A.

    mirtazapina.

  • B.

    cloridrato de bupropiona.

  • C.

    cloridrato de sertralina.

  • D.

    escitalopran.

  • E.

    modafinil.